Prefeitura trabalha para garantir preservação da igreja matriz de São José

igreja2

A Prefeitura de Macapá inicia a manutenção da igreja matriz de São José. O trabalho cauteloso, que visa preservar a construção bicentenária, está sendo executado pela Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura Urbana (Semob), baseado nas orientações repassadas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

A manutenção é um compromisso assumido pelo prefeito Clécio Luís e pelo senador Randolfe Rodrigues, junto ao bispo da Diocese de Macapá, Dom Pedro José Conti, e prevê a recuperação das calhas com a limpeza e impermeabilização, descupinização e manutenção do telhado, além da avaliação estrutural da igreja, que será realizada por um consultor de Belém/PA, contratado pela gestão municipal. O engenheiro Archimino Sthay, que é especialista em estrutura tecnológica de material de construção e patologias, já está na capital.

“Estamos determinados a cumprir a missão de preservar nossa história, pois a igreja São José é a igreja mãe. Próximo dela mora o bispo diocesano Dom Pedro José Conti, além de abrigar as festas solenes de aniversário da cidade, festividades do padroeiro do estado, São José, e da padroeira da Amazônia, Nossa Senhora de Nazaré, com o tradicional Círio. Temos de garantir que tudo isso seja preservado”, afirmou o prefeito Clécio.

O trabalho será acompanhado por uma comissão de representantes da igreja católica, Tribunal de Justiça do Amapá (Tjap), Prefeitura de Macapá, Universidade Federal do Amapá (Unifap), Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Tribunal de Contas do Estado (TCE) e instituições da sociedade civil.

Igreja matriz de São José

A cidade de Macapá cresceu em torno da igreja, que começou a ser construída em 1758 e foi inaugurada em 1761, ainda quando a cidade era chamada de Vila de São José de Macapá. A igreja matriz é o prédio mais antigo da cidade e guarda relíquias, como a imagem original do padroeiro São José, feita em madeira.

Asscom Semob/PMM

Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*