Preparação para Eleições 2016: 2ª Zona Eleitoral de Macapá avalia como positiva a ação no Arquipélago do Bailique

SAM_3317

O Juiz titular da 2ª Zona Eleitoral, Doutor Adão Carvalho, apresentou um balanço das atividades realizadas pelo Tribunal Regional Eleitoral do Amapá (TRE-AP) nos seis dias em que esteve no Arquipélago do Bailique, localizado ao Leste do Amapá. A ação começou no dia 28 de fevereiro e se estendeu até 4 de março. Foram oferecidos serviços de alistamento, segunda via, revisão, transferência e certidão eleitoral. A medida faz parte da preparação para as Eleições 2016.

O Distrito do Bailique atende atualmente 4.312 eleitores em 15 seções distribuídas em oito locais de votação. A ação itinerante aconteceu em parceria com o Tribunal de Justiça do Amapá (Tjap) e contou com o apoio da Secretaria de Tecnologia da Informação (STI/TRE).

O atendimento ocorreu em três localidades: Vila Progresso, Terra Grande e Limão do Curuá. Compareceram moradores das comunidades de Macedônia, São Sebastião da Terra Grande, Freguesia, Equador, Retiro Santa Lúcia, Filadélfia, São Francisco, Monte Carlos, Guami e Santo Antônio do Livramento.

E também as populações de Franco Grande, Campina Grande, Retiro Santa Luzia, Boa Esperança, Igarapé do Meio, Igarapé Carneiro, São Benedito da Freguesia, Igarapé Buritizal, Ilha da Marrequinha, Marinheiro de Fora, Marinheiro de Dentro, Novo Paraíso, Jangadinha, Cubana, Ilha Vitória e São João Batista.

Segundo Selma Magno da Rocha, Chefe de Cartório da 2ª Zona, “a ação conseguiu alcançar um número considerável de eleitores e, apesar do difícil acesso, a população ouviu o chamado da Justiça Eleitoral”.

SAM_3325

Números do itinerante no Bailique

Foram realizados 181 atendimentos, sendo 155 alistamentos, 03 segundas vias, 10 revisões, 03 transferências e 10 Certidões Eleitorais.

Conscientização

Durante sua estada no Arquipélago, o Juiz Eleitoral e técnicos do TRE também distribuíram kits do Programa Eleitor do Futuro com bonés e camisetas a crianças e adolescentes que residem na comunidade, que visa à conscientização de cidadãos que ainda irão votar sobre a importância de exercer a cidadania e escolher seus representantes. Além disso, Doutor Adão Carvalho explicou sobre o Programa.

SAM_3343

Problemas no dia 4 de março

No último dia de atendimentos, ocorreu um problema: a interrupção do abastecimento de energia elétrica no Arquipélago, o que impediu o trabalho do TRE. Doutor Adão Carvalho tranquiliza os eleitores que não foram beneficiados pelo itinerante por conta do imprevisto e ressaltou que os atendimentos seguem na Casa da Cidadania, em Macapá, até o dia 4 de maio, quando o Cadastro Eleitoral para as Eleições 2016 será encerrado. Mas o magistrado garante que os cidadãos do Bailique que se deslocaram até a capital para a regularização junto à Justiça Eleitoral terão prioridade em ser atendidos.

“É nosso dever garantir o direito ao voto de todos os cidadãos, mesmo em localidades de difícil acesso, onde os cidadãos tem dificuldade em se deslocar em até Macapá. Tivemos o contratempo da falta de energia, mas atingimos o objetivo de atender o máximo de eleitores no Bailique”, comentou o Juiz Adão Carvalho.

Serviço:

Tribunal Regional Eleitoral do Amapá
Assessoria de Comunicação e Marketing
Daniel Alves e Elton Tavares
Fones: 2101-1504/84059044/91474038

Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*