Prevenção à Covid-19: ação do MP-AP com Vigilância Sanitária de Macapá e do Estado distribuiu 700 máscaras na Rampa do Açaí

A ação do Ministério Público do Amapá (MP-AP), iniciada na última segunda-feira (29), na Rampa do Açaí, localizada no bairro Santa Inês, Zona Sul da capital amapaense, já distribuiu aproximadamente 700 máscaras para trabalhadores que atuam no escoamento da produção do açaí e outros produtos, no local. Os protetores faciais foram entregues no decorrer da semana, todos os dias, a partir das 6h, também para cidadãos que vão até o cais fazer compras.

As máscaras foram doadas pela procuradora-geral de Justiça do MP-AP, Ivana Cei, que fez a entrega 1.000 (mil) unidades reaproveitáveis, no dia 26 de março passado, ao chefe do Gabinete Militar do MP-AP, coronel Joércio dos Santos, que coordena a distribuição realizada pela equipe de policiais militares que prestam serviços à instituição.

Ação em parceria com Estado e Município

A distribuição de máscaras é realizada em parceria com a Superintendência de Vigilância em Saúde do Estado do Amapá (SVS) e Divisão de Fiscalização e Controle de Serviços de Saúde da Vigilância Sanitária de Macapá, que trabalham dando orientações sobre formas de prevenção da Covid-19 para os presentes no local. Uma média de 100 a 120 máscaras são distribuídas diariamente.

Conforme o chefe do Gabinete Militar do MP-AP, dezenas de embarcações de pequeno porte, vindas de várias partes do Amapá e das ilhas do Pará, chegam na rampa para a comercialização de produtos, sempre nas primeiras horas do dia. A grande movimentação justificou a distribuição das máscaras, que já acontece há seis dias e continuará. A ação faz parte dos esforços do MP-AP para o enfrentamento à pandemia no intuito de conter o avanço da doença.

Medida fruto de iniciativa do MP-AP

A ação ministerial se deu após a Procuradoria-Geral de Justiça demandar ao Gabinete Militar do MP-AP que realizasse um levantamento na área. O relatório, feito com base nos dias 17 e 18 de março, constatou que centenas de pessoas frequentam a Rampa do Açaí, diariamente, por conta dos barcos que atracam no local para a venda de produtos como banana, peixe, camarão, pupunha e o tradicional açaí. Além dos ribeirinhos que escoam seus produtos, também vão ao local clientes em busca dos alimentos para revenda.

Serviço:

Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Amapá
Gerente de Comunicação – Tanha Silva
Núcleo de Imprensa
Texto: Elton Tavares
E-mail: [email protected]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *