Professoras e estudante assinam livro infantil que trata de inclusão social vista por um ângulo inusitado

CONVITE GARDEN

Com o sugestivo título “O saci que não tinha uma perna só”, as professoras Rute Xavier e Claudevânia Carvalho, e o pequeno Adan Lucas (9 anos) realizam nesta sexta-feira noite de autógrafo desse livro infantil que conta a história de um saci diferente de todos os demais e que, por uma peculiaridade, é discriminado pelos coleguinhas. A noite de autógrafo será nesta sexta-feira, às 19h, na livraria Nobel do Shopping Garden.

Escrito a seis mãos, a história dessa figura folclórica nascida do imaginário amazônico foi adaptada para uma linguagem que leve à reflexão da criançada e até dos adultos, de forma a evitar casos de racismo, discriminação e bullying. O saci, que tem duas pernas, é visto como defeituoso e não é aceito pela sua comunidade, recebendo duras críticas dos outros sacis tradicionais.

O livro foi apresentado oficialmente em dezembro de 2015, durante evento de formação do Proler Municipal, mas foi um evento simbólico. De lá para cá as professoras e o Adan levaram o seu “filho”, como chamam a obra, a algumas escolas da rede municipal de Macapá e a aceitação foi muito positiva. “A história deste saci nasceu de um convite feito à equipe do Programa Nacional de Incentivo à Leitura de Macapá (Proler) para que contássemos uma história aos alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental Lúcia Neves Deniur, que estava trabalhando o tema inclusão, no mês do folclore. Daí escrevemos o roteiro e percebemos que o texto mexeu muito com o imaginário das pessoas”.

O saci que tinha uma perna só é totalmente ilustrado, a equipe criou cada cenário com massinha de modelar e fotografou quadro a quadro. O resultado está estampado em 18 páginas, com textos curtos e direcionados ao público infantil.
Foto autores
Os autores:

Adan Lucas: 9 anos, cursando o 4º ano do Ensino Fundamental, é ator e participa de vários projetos sociais de incentivo a leitura desde os 4 anos.

Rute Xavier: 49 anos, paraense, atriz, professora, pedagoga formada pela Universidade Federal do Amapá (Unifap), Especialista em Gestão Escolar (Unifap), técnica no Programa Nacional de Incentivo à Leitura (Proler Comitê Municipal de Macapá/Semed)

Claudevânia Carvalho: 37 anos, cearense, pedagoga, formada pelo Instituto de Ensino Superior do Amapá (Iesap), Especialista em Orientação e Supervisão Escolar e Especialista em Docência do Ensino Superior pelo grupo Uninter.

Serviço:

Evento: Noite de autógrafos
Local: livraria Nobel do Macapá Garden Shopping
Hora: 19h

Rita Torrinha – Assessoria de Imprensa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *