Profissionais da saúde de Santana participam de treinamento para campanha de vacinação contra a gripe

A Prefeitura de Santana, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SEMSA), realiza até esta quinta-feira, 15 de abril, a capacitação de profissionais de saúde que atuam nas salas de vacina de Unidades Básicas e na cobertura do Programa Estratégia Saúde da Família (ESF), para a 23° campanha nacional de vacinação contra o vírus Influenza, principal forma de proteção contra a gripe.

O treinamento reúne todos os envolvidos diretamente na campanha como enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem que fazem a triagem e aplicação da vacina. O objetivo é compartilhar informes técnicos do Ministério da Saúde e critérios válidos para a vacinação deste ano, orientando os profissionais sobre as mudanças dos primeiros grupos prioritários a serem imunizados, uma vez que este ano a campanha coincide com a vacinação contra a Covid-19.

Um dos informes técnicos é que pessoas que fazem parte do público-alvo de ambas as campanhas e que não tenham recebido a primeira dose da vacina Covid-19 devem priorizar a vacinação contra o coronavírus. “É importante alinhar as estratégias para que todos os profissionais recebam a mesma informação para o bom andamento da campanha de vacinação contra gripe, evitando assim contratempos no processo de imunização dos públicos-alvo”, explica que a chefe do Departamento de Epidemiologia, Jorsette Cantuária.

Em Santana, a campanha de vacinação com o vírus Influenza iniciará na próxima segunda-feira, 19 de abril, em todas as Unidades Básicas de Saúde, com a imunização de crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias); gestantes e puérperas (mulheres que tiveram filhos há bem pouco tempo). O período da campanha vai até o dia 9 de julho e a expectativa da Prefeitura de Santana é imunizar mais de 30 mil pessoas.

De acordo com o Ministério da Saúde a vacinação contra a influenza em 2021, prevenirá o surgimento de complicações decorrentes da doença, óbitos, internações e a sobrecarga nos serviços de saúde, além de reduzir os sintomas que podem ser confundidos com os da Covid-19.

Comunicação – Prefeitura de Santana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *