Programa “Conhecendo o Artista”: hoje Kássia Modesto entrevista a bailarina, coreógrafa e professora Nayara Farias

Hoje é dia de encontro. Conhecendo o Artista recebe artistas de todas as áreas, gêneros e lugares. E hoje o programa traz, do município de Laranjal do Jari, a bailarina, coreógrafa e professora Nayara Farias.

Natural de almerim-PA, atualmente reside em Laranjal do Jari. Licenciada em educação física, Bailarina, autodidata, começou sua vida artística com 14 anos, participando das aulas da Bailarina Ivete Quevedo Ribeiro, uma das suas maiores inspiradoras e incentivadora principal da sua carreira. Nayara, fez também, dentre inúmeras oficinas e cursos, o curso de balé clássico, Jazz contemporâneo, com o professor José Cosme, doutor em dança e responsável pela escola Petit Dance Macapá.

Nayara considera que a dança nasceu com ela, mas aos 14 anos participou do seu 1° festival chamado Geração Saúde, que além da dança trouxe amostras de música, teatro e poesias. Participou do festival Olimpineko, com a Chegada dos Imigrantes do Brasil. Daí em diante, outras portas foram se abrindo.

Soma ainda, à sua carreira, vários títulos conquistados em concursos no seu município e estadual, considerada a melhor baliza do estado na Banda marcial, também vencedora do estadual de bandas fanfarras do estado, com banda da Escola Mineko Hayashida em 2010. Aceitou o convite para participar do concurso da escolha da Rainha do festival do açaí, aonde foi a segunda princesa, foi miss caipira, musa do carnaval por três vezes, miss Laranjal, rainha do Laranjal, melhor porta estandarte no festival do camarão, rainha do Expor Jari . Hoje, professora e proprietária da Escola Petit Dance Jari, onde atende alunos a partir de três anos, nas modalidades Ballet Clássico, Zumba e produz o festival da escola chamado Topazza Bella Brilho de Fogo, que todos os anos realiza, com intuito de mostrar os talentos locais e promovendo os músicos regionais através das apresentações.

Dedico o programa de hoje, à professora e bailarina Ivete Quevedo Ribeiro de Pelotas RS e menciono também, que a mim, Kássia Modesto, a bailarina Ivete, também foi a primeira impulsionadora artística, como vem fazendo há décadas com todos os seus alunos do Vale do Jari, gratidão pela dedicação e amor a arte.

O programa tem, ainda, a preocupação em apoiar causas sociais. Em meio a essa pandemia, muitas famílias ficaram sem suas fontes de renda, sendo assim, privadas do básico, saúde e alimentação. Então criamos uma estratégia de apelo a essas causas e o programa, ultimamente, conta com uma arrecadação voluntária que é destinada a doação de roupas, alimentos, remédios e produtos de higiene pessoal. No último sábado foram arrecadados 100$ que foram entregues ao projeto I Love Baixada, do fotógrafo e amigo, Henrique Silveira. E hoje, a arrecadação destina-se ao SOS Povos da Floresta, uma ação de solidariedade aos indígenas em vulnerabilidade social na cidade, que no momento necessitam de alimentos, material de higiene pessoal e coletivo, roupas para recém nascidos, recurso para a compra de 02 bebedouros e 02 garrafões e outras, tendo ainda extensão em Oiapoque e a intenção de ampliar a ação aos povos ribeirinhos e quilombolas.

Se você quiser contribuir com qualquer valor, Banco do Brasil, Ag: 2825 8 CC: 210 038 X (se for transferência por aplicativo, pode retirar o X) Alzira Alfaia Neves. E para mais informações sobre o SOS Povos da Floresta ou contribuir de outras formas, entre em contato pelo telefone +5596 99173 0955 ou pelo e-mail: [email protected], falar com Paulo Alfaia ( Coordenador de Produção Cultural e Arte da Associação Amapaense de Folclore e Cultura Popular-AAFC e membro fundador do Movimento Cultural Desclassificáveis).

Então, hoje às 21h no perfil do Instagram @srta.modesto, o programa Conhecendo o Artista.

Apresentadora: Kássia Modesto
Roteiro: Marcelo Luz
Produção: Wanderson Viana
Arte: Rafael Maciel
Artista convidada: Nayara Farias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *