Programa “Conhecendo o Artista”: hoje Kássia Modesto entrevista o ator e flertador de poesia Dinho Lima Flor.

Nossas noites de quinta com gostinho de arte, tem sido maravilhosas. Hoje, não seria diferente. Recebendo Dinho Lima Flor, traremos muito amor e arte em forma de poesia, um pouquinho de sua essência Pernambucana, com o gostinho de sua descoberta por São Paulo para o floreio na alma do nosso público Amapaense.

Conhecendo o Artista, é uma Live Programa que acontece todas as quintas e sábados no Instagram da atriz e poeta Kassia Modesto, tem sido noites divertidas e poéticas com entrevistas e jogos e muita interação do público virtual, que participa comentando, perguntando e propondo dinâmicas para o artista convidado. O programa já recebeu literatura, dança, teatro, tv, cinema, música, contação de história, performance e transformismo. E hoje recebe o ator Dinho Lima Flor para falar sobre seu relacionamento com o teatro e com a poesia.

Dinho é um ator nascido em Pernambuco na cidade de Tacaimbó. Tornou-se um flertador de poesia desde que conheceu Ilo Krugli, diretor do grupo de teatro Ventoforte em São Paulo no ano de 1997. É um dos fundadores da Cia do Tijolo (SP), companhia teatral que inaugurou seus trabalhos com a vida e obra do poeta Patativa do Assaré. A Cia do Tijolo tem em seu repertório os espetáculos “Cantata Para Um Bastidor de Utopia”, inspirado na obra e vida do poeta Federico Garcia. “Avesso do Claustro”, sobre Dom Helder Câmara, arcebispo conhecido como bispo vermelho, por resistir a ditadura militar. “Ledores no Breu” inspirado na prática e nas ideias do educador Paulo Freire.

Dinho Lima Flor, já esteve em Macapá no ano de 2011 através do projeto de circulação Palco Giratório do departamento nacional do SESC. Nesse ano a Cia. Do Tijolo também integrava a programação de umas das edições mais nostálgicas da Aldeia de Artes Povos da Floresta realizada pelo SESC Amapá. O espetáculo “Concerto de Ispinho e Fulô” baseado no universo poético de Patativa era um dos mais aguardados do evento, porém, por conta de nossas especificidades regionais, para a tristeza de muitos, o cenário não chegou a tempo. Então, o grupo apresentou outro trabalho de seu repertório, o espetáculo lítero musical “Cante Lá Que eu Canto Cá”, também aconteceu um encontro entre atores, atrizes e aspirantes locais de poesia com Dinho Lima flor e Cia. Do tijolo, denominado “Patativa num rio de poesia que desemboca no teatro”, uma grande troca com os artistas amapaenses. Dinho, foi integrante da Casa Laboratório para as Artes do Teatro. Participou como ator do espetáculo “O Homem Provisório”, inspirado na obra Grande Sertão Veredas de Guimarães Rosa. Atualmente o ator pernambucano que reside na cidade paulistana protagoniza o solo “Ledores do breu”, que trata das muitas pessoas com analfabetismo e dos mistérios que circundam a relação entre o ser humano e a palavra. A obra faz referência ao pensamento do educador Paulo Freire e de escritores como Guimarães Rosa e do poeta Zé da Luz. E também participou da montagem dos espetáculos: Bodas de Sangue, Histórias de Lenços e Ventos, Mistério das 9 Luas, Às 4 Chaves.

Então, aguardamos você para o nosso encontro de hoje no Programa Conhecendo o Artista, no insta @srta.modesto as 20h.

Apresentadora: Kássia Modesto
Roteiro: Marcelo Luz
Produção: Wanderson Viana
Arte: Rafael Maciel
Artista Convidado: Dinho Lima Flor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *