Programa “Luz para Todos” avança no Amapá

                                                                              Foto: Márcia do Carmo.
O governador do Amapá, Camilo Capiberibe, reuniu-se, nesta terça-feira, 20, no Palácio do Setentrião, com o coordenador do Programa Luz para Todos na Região Norte, Henrique Ludovice e o superintendente regional (Pará/Amapá) das Centrais Elétricas do Norte do Brasil S.A (Eletronorte), Levi Chavaglia. O encontro alinhou ações positivas para o avanço do programa do governo federal no Estado.

Durante a reunião, que também contou com a presença do presidente da Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA), José Ramalho, o diretor técnico da CEA, Jucicleber Castro e técnicos da Eletronorte, foram resolvidas algumas pendências entre Estado e governo federal. Na ocasião, Camilo Capiberibe reforçou o compromisso de efetuar os repasses à Eletrobras, na ordem de R$ 7 milhões, até dezembro de 2011.

No encontro, também foi definido o prazo para a regularização das áreas, onde serão construídas as subestações de energia elétrica no Estado, que será até no dia 30 de setembro de 2011. As obras são fundamentais para a efetividade do Programa no Amapá.

Além dos repasses, foi decidido que os cadastros de ligações elétricas entre a Companhia de Eletricidade do Amapá e a Eletronorte serão integradas, para que as informações necessárias para a atuação das duas empresas sejam compartilhadas rapidamente e garanta a eficiência do trabalho em conjunto.

Conforme Henrique Ludovice, com os encaminhamentos, todas as questões estão em fase de resolução. Segundo ele, a previsão é que a ação seja concluída até o final de 2012.

Durante o encontro, o governador também pediu aos presentes que as 92 aldeias indígenas, que não foram incluídas no Luz para Todos, entrem na lista das comunidades que serão beneficiadas pelo programa.

“O governador assumiu o compromisso conosco. Tratamos das questões necessárias para a execução do Luz para Todos no Amapá, principalmente os repasses da contrapartida até o final de dezembro. Portanto, trabalharemos enfaticamente neste final de ano para levar energia ao interior do Estado”, pontuou Henrique Ludovice.

Mudança e compromisso em números

Em oito anos da gestão passada, somente duas mil ligações foram executadas no Amapá. O programa não avançou por conta da falta de compromisso do governo passado, que não repassou nenhum investimento de contrapartida. A inadimplência atrasou a obra no Estado, que tinha previsão de conclusão em junho de 2011.

Em fevereiro deste ano, o governador assinou o convênio com o governo federal para a retomada do programa. Camilo Capiberibe disse que os repasses e o trabalho em conjunto resulta no avanço do Luz Para Todos no Amapá.

“Podemos chegar a oito mil ligações domiciliares nas áreas rurais do Estado, até dezembro de 2011. Hoje, honramos a parceria com o governo federal com os repasses de contrapartidas e compromisso para levar a energia elétrica a todo o nosso povo”, destacou Camilo Capiberibe.

O programa

Com o objetivo de acabar com a exclusão elétrica no país, o programa Luz Para Todos foi lançado em novembro de 2003, pelo governo federal. A iniciativa é coordenada pelo Ministério de Minas e Energia (MMA). A ação visa o abastecimento de energia para que ocorra o desenvolvimento social e econômico das comunidades rurais.

No Amapá, a meta do Luz Para Todos é o abastecimento de energia 24h nos 16 municípios do Estado. A ação atenderá 18.905 famílias, o equivalente a 100 mil pessoas, em 367 comunidades.

Para o presidente da CEA, a reunião desta terça-feira sacramentou o objetivo do governador, que é de implementar o programa em todas as comunidades do Amapá.

“Este encontro foi extremamente positivo. Resolvemos as pendências e alguns problemas operacionais que são naturais em um empreendimento deste porte. A parceria com o governo federal facilita o nosso objetivo de universalizar a energia elétrica no interior do Amapá”, disse Zé Ramalho.

Elton Tavares
Assessor de comunicação
Secretaria de Estado da Comunicação
Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*