Programa na Rádio Universitária discute gênero e sexualidade

Unifap-220x205

No ar, desde o último sábado (23 janeiro), o programa radiofônico Estação das Cores é a mais nova atração na grade de programação da Rádio Universitária (FM 96.9).O programa é coordenado pelas pesquisadoras Francisca de Paula de Oliveira e Ana Cristina de Paula Maués Soares, professoras do Curso de Especialização em Gênero e Diversidade na Escola, ofertado pela Universidade Federal do Amapá com financiamento do Ministério da Educação.

O cenário atual de politização das questões ligadas ao gênero e sexualidade exige discussões qualificadas, capazes de esclarecer e ampliar as informações sobre os temas, considerando a produção científica de pesquisadores das universidades e centros de pesquisa do país.“Vivemos no país um retrocesso na defesa dos direitos humanos. Nesse cenário problemático, debater temas vinculados aos direitos das mulheres e à identidade de gênero, à diversidade sexual e homofobia torna-se um caso de polícia, por fundamentalismos de toda ordem”, pontua a pesquisadora.DSC_0006

A proposta, nesse caso, é provocar para um debate qualificado trazendo vozes que não são ouvidas quando esses assuntos são tratados. O debate, quando acontece, sempre é permeado de preconceitos e julgamentos morais que em nada contribuem para a discussão pública do tema e a reflexão sobre os direitos humanos dos grupos envolvidos, como é o caso das mulheres e da população de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais (LGBTs).

É, por isso, que o programa conta com a parceira de pesquisadores e especialistas da Universidade Federal do Amapá e outras instituições de ensino superior do estado, além de ativistas dos movimentos sociais do Amapá. O coordenador geral do Curso de Especialização em Gênero e Diversidade na Escola, professor Antonio Sardinha, ressalta o papel fundamental de um programa de rádio para tratar do tema.

Unifap.jpgee“Além de estar em uma rádio pública, que tem a responsabilidade em pautar a agenda pública em torno de questões de interesse da sociedade local, tornar a comunicação um meio para discutir questões sobre gênero e sexualidade faz da iniciativa uma ação inovadora, que nasce das provocações trazidas pelas pesquisadoras e também pelos debates nas atividades do curso de especialização, que tem enfrentado o desafio de formar para uma cultura de respeito ao direito à diversidade”, explica o professor.

O Programa

Com duração de uma hora, o programa Estação das Cores vai ao ar todos os sábados, ao vivo, das 10h às 11h, na Rádio Universitária (FM 96.9). No próximo programa, dia 30 de janeiro, o tema é “Posição de Gênero na Administração Pública”.

Texto- Coordenação do Projeto Estação das Cores
98141-0053 Antônio Sardinha (coordenador)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *