Programação hoje: Mostra Memorabilia apresenta produção documental no 14º FIM

DIA 6/12

MOSTRA MEMORABILIA

No dicionário, memorabilia é descrito como “fatos ou objetos, dignos de serem rememorados, que se guardam na lembrança ou como lembrança”. Os documentários, independente do tema, tendem a somar para a memória coletiva, enquanto registro dos mais variados aspectos da vida, preservando momentos, pontos de vista, realidades, personalidades, acontecimentos… A Memorabilia traz um rico recorte da produção audiovisual documental brasileira, com trabalhos inscritos e convidados do FIM 2017.
Data: 06 de dezembro
Local: Biblioteca Pública Elcy Lacerda
Duração: 3h18
Horário: 18h30
Classificação: 14 anos

PISKA
Direção: Nelson Brauwers e Andruz Vianna
Ano: 2016
Duração: 19’41”
Origem: Braga (RS)
Classificação: Livre
Sinopse: O curta metragem conta a história do cantor Dorli Benedito Falsete, mais conhecido como Piska, que viveu o sucesso e a boemia nos anos 70 e 80 e hoje, no ocaso da sua carreira vive a necessidade de continuar cantando.

NO CAMINHO DAS PEDRAS
Direção: Alexandre Nogueira e Fernando Segtowick
Ano: 2017
Duração: 22’
Origem: Ananindeua (PA)
Classificação: Livre
Sinopse: Era uma vez um conde muito rico, senhor de escravos, que teve três filhas com sua escrava Olímpia: as três Marias. O Conde não queria sujar os pés na lama, e obrigou os escravos a construir uma trilha: O Caminho das Pedras.

CLAUSURA
Direção: Mariana França e Gildo Antonio
Ano: 2016
Duração: 29’55”
Origem: São Bernardo do Campo (SP)
Classificação: 14 anos
Sinopse: Infelizmente a depressão ainda é vista com certo tabu e preconceito em nossa sociedade. O documentário “Clausura” tem como principal proposta possibilitar a quebra de tais estigmas, ao aproximar o público do tema por meio da arte. No filme, artistas da cidade de São Paulo descrevem sobre a convivência com a doença e como isso interfere em seus processos criativos.

MESTRES PRAIANOS DO CARIMBÓ DE MAIANDEUA
Direção: Artur Arias Dutra
Ano: 2015
Duração: 15’
Origem: Maiandeua (PA)
Classificação: Livre
Sinopse: Documentário que vivencia a música, cotidiano e raízes dos Mestres Praianos do Carimbó de Maiandeua, Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil.

LOUÇA DE DEUS
Direção: Eudaldo Monção Jr.
Ano: 2016
Duração: 13’45”
Origem: Nazaré (BA)
Classificação: Livre
Sinopse: Bahia, séc. XIX, Patrício saiu do povoado de Maragogipinho, pelo Rio Jaguaripe, em uma canoa abarrotada de miniaturas de pratos, moringas e panelas feitas de barro, até a cidade de Nazaré das Farinhas. Chegando lá, Patrício expôs suas peças na antiga praça do porto, durante a semana santa. A população gostou, principalmente a criançada que se divertia com os novos brinquedos. No ano seguinte, Patrício estava de volta com trabalhos mais sofisticados, com novas formas de objetos em barro. Assim começou a Feira de Caxixis, o maior evento ceramista da América Latina. Atualmente, toda quinta-feira santa, começa uma grande movimentação na Praça dos Arcos no centro de Nazaré, constituindo-se num espetáculo a parte com a chegada dos oleiros, que todos os anos, retornam a cidade, com inúmeras peças de variados modelos e formatos, dando continuidade à tradição.

CANDEIAS
Direção: Reginaldo Farias e Ythallo Rodrigues
Ano: 2017
Duração: 19’17”
Origem: Juazeiro do Norte (CE)
Classificação: Livre
Sinopse: Candeias é torrente de luz, um imenso rio iluminado de fé, por sertanejos simples, a desaguar num mar de promessas realizadas e anseios pelo porvir. É o instante em que se entoa forte cada bendito e oração. É estar em Juazeiro do Norte, terra-santa inventada por Padre Cícero, e na qual no caminho, de idas e vindas, nunca ninguém se perdeu.

CINE IDEAL
Direção: Ricardo D’Almeida
Ano: 2016
Duração: 20’
Origem: Rondon do Pará (PA)
Classificação: Livre
Sinopse: O Cine Ideal foi um lugar de filmes, de histórias e de encontros que marcaram vidas para sempre. Do seu porão, lacrado há décadas, surgem relatos de um possível acervo escondido. Narrativas orais se transformam em desenhos que ajudam a reconstituir memórias de vivências na mais nova fronteira de desenvolvimento que se abria nos anos 70, a Amazônia, onde os filmes de bang-bang que faziam tanto sucesso, por vezes imitavam a vida real.

ROSARIO
Direção: Renato Vallone
Ano: 2017
Duração: 10’
Origem: Brasil/Bolívia
Classificação: Livre
Sinopse: Rosario caminha todos os dias em uma estrada de terra para terminar seu curso na Escola de Professores de Puerto Rico, na Bolívia. Em um momento especial, onde a escola se prepara para o ano novo andino, Rosario transborda a celebração e se integra à paisagem do renascimento. É o momento de culto a Pachamama (Mãe Terra) e ao Tata Inti (Deus Sol).

LALU DE OURO – O PRIMEIRO MESTRE SALA
Direção: Becca Lopes
Ano: 2014
Duração: 20’52”
Origem: Rio de Janeiro (RJ)
Classificação: Livre
Sinopse: Na evolução das entidades carnavalescas do Rio Antigo, início do século XX, do morro da Conceição na Gamboa e das festas na Igreja da Penha, surgiu a figura de Hilário Jovino Ferreira (Lalu de Ouro), o primeiro mestre sala do carnaval carioca.

Fonte: FIM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *