‘Projeto Concurseiros Unidos’ realiza aulas gratuitas intensivas aos sábados no auditório da Sema

ac550b751c05d513d859ea611f80b816_S

Por Eloisy Santos

Um grupo de amigos ‘concurseiros’ criou, a cerca de seis meses, o Projeto Concurseiros Unidos (PCU/Cursinho Voluntário), que oferece aulas gratuitas aos sábados, pela manhã e à tarde, a pessoas que não possuem condições financeiras para efetuar matrículas e manter mensalidades em cursinhos pré-concursos particulares.

Antes as aulas eram realizadas no auditório da Biblioteca Estadual Elcy Lacerda, mas, com o início das obras no local, o projeto passou a acontecer no auditório da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema). Como explica o diretor do projeto, Carlos Rodrigo: “Começamos há cerca de seis meses com aulas no auditório da Biblioteca Pública do Estado, reunimos uma equipe de professores que se dispuseram a ajudar sem remuneração, de forma voluntária. A equipe de professores é variada, tendo em vista que são vários mestres especializados em concursos públicos, alguns inclusive que já ministram aulas em instituições particulares”, e complementa: “O que mais ganhamos é conhecimento, e isso é o que vale”.

Os alunos não possuem gastos, todo o material de estudo é repassado a eles sem nenhum custo. A capacidade do auditório da Sema é para 100 pessoas. Atualmente os frequentadores do projeto somam 70 na turma da manhã, para o concurso da Câmara de vereadores de Santana, de 8h às 12h, e 90 alunos à tarde, da turma de 13h às 18h, para o INSS e TRT.

“Estamos querendo ampliar o número de vagas bem como realizar aulas em mais dias durante a semana, e para isso, iremos conversar com o secretário da Sema, Marcelo Creão, que abraçou a causa, para que possamos abrir mais vagas. Aguardamos também o fim das obras na biblioteca pública do estado para que 12570940_1035558279830536_1044123072_npossamos então fechar dois locais de aulas e, portanto, mais duas turmas pela manhã e à tarde”, enfatizou Rodrigo.

Entre os professores voluntários estão o procurador da Fazenda Nacional Victor Hugo, que ministra aulas de direito constitucional; Rodrigo Nunes, que dá aulas de informática, além do professor Paulo Henrique que atua também na área de direito.

Neste curto período de existência o projeto já obteve bons resultados. Foram 50 alunos entre aprovados e classificados no concurso da Caesa, além de Welleson Vilhena, aprovado em 2º lugar no sistema de cotas e 5º lugar geral no concurso da Unifap.

“Por ser apenas uma vez na semana, fazemos com que as aulas sejam intensivas, ressaltando, claro, que motivamos o aluno a estudar em casa, para que o cursinho seja uma forte complementação aos estudos para que, de fato, haja bons resultados”, pontuou o diretor do projeto.

12527590_1035558256497205_2044749804_nPaulo Henrique, técnico judiciário do TRE/AP, vice-diretor do projeto e formado em direito, é ministrante das aulas de direito constitucional e administrativo, língua portuguesa e atualidades no PCU. O professor relata a experiência de fazer o que gosta, de poder ajudar o próximo sem receber nada em troca, e ainda assim estar satisfeito.

“Somos um grupão de estudos, em que pessoas mais experientes trocam experiências com pessoas que estão ali buscando entrar no serviço público, o clima lá é totalmente informal, diferente do clima de sala de aula, todos cooperam, colaboram. Para nós professores é muito gratificante, pois estamos aqui sem nenhuma remuneração, estamos porque queremos e porque gostamos, assim como os alunos, que não pagam mensalidade, não frequentam por obrigação e sim porque querem essa efetivação e buscam incansavelmente a aprovação no serviço público”. E ressalta: “Fica marcado para aquele foi aprovado e que sabe que não estamos ali por dinheiro, mas também é marcante para nós que tivemos participação nessa conquista”.

Serviço

Aulas intensivas PCU-Cursinho voluntário

Local: Auditório da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema)

Turmas:

– Câmara de vereadores de Santana: Aos sábados, 8h às 12h;

– INSS e TRT 8ª REGIÃO: Aos sábados, 13h às 18h.

Contato: Carlos Rodrigo (diretor do projeto) – 99128-855

Fonte: Jornal do Dia

Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*