Projeto de cidadania no Judiciário é tema de pesquisa de Doutorado da Juíza Elayne Cantuária

Na última segunda-feira (17), a juíza Elayne Cantuária, titular da 2ª Vara de Família, Órfãos e Sucessões da Comarca de Macapá e também Ouvidora Substituta e Ouvidora da Mulher do Tribunal de Justiça do Amapá (TJAP), foi aprovada no doutorado na Universidade de Lisboa com a pesquisa de tema: “A gestão pública participativa e o impacto dos projetos de cidadania como uma das soluções para a crise do judiciário brasileiro”.

A pesquisa aborda questões e aspectos da justiça do Estado do Amapá e também fala sobre o Programa Casamento na Comunidade, promovido pelo TJAP. A aprovação, por unanimidade, mais do que uma conquista pessoal, representa para a magistrada uma conquista coletiva.

“Que cada Amazônida que sai da sua terra como eu saí – para fazer faculdade, o primeiro degrau – se sinta homenageado. Nosso sacrifício e trajetória são mais penosos sim e, por isso, não aceitamos qualquer discriminação por nascermos na região que tem uma das maiores biodiversidades de fauna e flora do mundo”, defendeu a magistrada.

“Que tal pensarmos conjuntamente nosso ‘Bioma’ com olhos também da população da ‘floresta’ que pesquisa e se dedica à ciência? Meu dia hoje foi de extrema gratidão, mas também de resposta contra todos os preconceitos e adversidades por nossa origem”, destacou a magistrada.

– Macapá, 19 de abril de 2023 –

Secretaria de Comunicação do TJAP

Texto: Rafaelli Marques

Central de Atendimento ao Público do TJAP: (96) 3312.3800

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *