Projeto Escola Fronteira é apresentada ao governador do Amapá

Foto: Márcia do Carmo.

O governador do Amapá, Camilo Capiberibe reuniu-se, nesta terça-feira, 01, com o reitor do Instituto Federal do Amapá (Ifap), Emanoel Alves de Moura, e com o Inspetor do Ministério de Educação da França (FRA) e Conselheiro da Reitora da Educação da Guiana Francesa, Manuel de Lima. Durante o encontro, foi apresentado ao governador o Projeto Escola de Fronteira, que visa a integração do ensino entre Brasil e França.

O projeto binacional consiste na instalação de escolas que lecionarão os idiomas Português e Francês no município de Oiapoque e na cidade de Saint George (FRA). Também participaram do evento a secretária de Estado da Educação (Seed), Mirian Correia Silva e a diretora da Agência de Fomentos do Amapá (Adap), Ivana Moreira.

De acordo com o reitor do Ifap, em cada instituição, que ensinará a língua de seu país sede, estudarão 50 alunos. Segundo Emanoel Moura, a ação beneficiará cidadãos brasileiros que residem na fronteira, tanto no lado amapaense, quanto na Guiana Francesa.

“Este projeto é um sonho para o Ifap, pois levará educação profissional além das fronteiras do nosso Estado. Com o apoio do Governo do Amapá e do Francês, acredito que iremos consolidar a Escola de Fronteira”, afirmou o reitor do Ifap.

O governador Camilo Capiberibe afirmou que o Estado dará suporte ao projeto e sugeriu que a Seed, por meio das escolas técnicas do Amapá, ajude no que for preciso, para a execução da Escola de Fronteira.

“Apoiaremos a construção dessa Escola Binacional e incluiremos a rede de escolas técnicas do Estado nesse processo de cooperação com a Guiana Francesa e com a União Européia, por conta da nossa fronteira”, avaliou o governador.

Conselho educacional

No evento também foi proposto pelo inspetor de Educação do Governo Francês, Manuel de Lima, a criação de um conselho para a articulação de ações educacionais entre os dois países. O objetivo da iniciativa é tornar mútuos os projetos entre as duas nações.

Segundo Manuel Lima, os membros amapaenses no conselho serão entidades responsáveis pela Educação do Estado, que são: Secretaria de Estado da Educação (Seed); Secretaria de Estado da Ciência e Tecnologia (Setec); Universidade do Estado do Amapá (Ueap); Universidade Federal do Amapá (Unifap) e Ifap.

“Nosso objetivo com este projeto é promover e ampliar a cooperação com o Amapá. O Conselho viabilizará muitos projetos importantes para este Estado e para nós também. A proposta que fizemos é de integração educacional entre nossas nações”, explicou o inspetor francês.

Elton Tavares
Assessor de Comunicação
Secretaria de Estado da Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *