Projeto “Eu Decido”, voltado para o jovem eleitor, será lançado nesta quarta-feira (4)

Nesta quarta-feira (4), o Tribunal Regional Eleitoral do Amapá (TRE/AP), lança ás 17h30, o projeto “Eu Decido”, uma iniciativa da Justiça Eleitoral do Amapá, voltada para jovens com mais de 16 e menores de 18 anos que tem o voto facultado.

O Projeto é de autoria do Presidente do TRE/AP, desembargador Rommel Araújo, e visa conceber iniciativas capazes de contribuir para a formação de uma cultura de valorização e inclusão do jovem na vida política do país. “Nós acreditamos na Justiça Eleitoral, que a mudança no país vai acontecer pela força da juventude, que vem assumindo um papel de destaque na mudança de comportamento, e é isso que nós queremos, que eles venham contribuir no processo eleitoral”. Destaca.

O desembargador Rommel Araújo, explica ainda, que o projeto “Eu Decido” vem complementar a iniciativa do projeto “Eleitor do Futuro”, que tem como foco a formação da cidadania entre alunos do ensino fundamental. “O Eleitor do Futuro é um projeto já desenvolvido há muito tempo em nível nacional pela Justiça Eleitoral, que visa acima de tudo mostrar a esses jovens como que funciona o processo eleitoral, mostrando a importância das eleições. Essa garotada cresceu e hoje se encontra nessa faixa etária de 16 a 18 anos de idade, e nós queremos justamente é que eles venham efetivamente contribuir para o exercício do voto livre e consciente”. Afirma.

A preocupação com a participação política do jovem também é do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), que concede aos municípios do semiárido e da Amazônia Legal Brasileira o “Selo Unicef”, como forma de estimular e reconhecer avanços reais e positivos na promoção, realização e garantia dos direitos de crianças e adolescentes.

O selo Unicef é voltado para os municípios para que estes tenham um olhar mais atento a juventude, levado em consideração o número de eleitores na faixa etária de 16 a 18 anos inscritos no cartório eleitoral. Esse número vem caindo em vários municípios do Estado do Amapá. “A Justiça Eleitoral não tinha conhecimento deste item para efeito de avaliação dos municípios, logo, isso era um problema do município, a partir do momento em que esse problema foi trazido à Justiça Eleitoral, esse problema passou a ser nosso, e precisamos facilitar isso ao máximo”, explica o presidente do TRE/AP.

Objetivando dar este incentivo para os adolescentes maiores de 16 e menores de 18, a justiça eleitoral pretende com apoio de órgãos governamentais, prefeituras, e projetos de lei, criar a meia entrada da cidadania, para que estes jovens ao se alistarem, tenham como benefício a meia entrada em eventos de lazer, cultura, educação, esportivos, sociais e culturais, por meio do título de eleitor ou e-título.

A acessibilidade e inclusão também é destaque no projeto, pois todas as peças que serão trabalhadas tem a linguagem brasileira de sinais, representando a frase do projeto “Eu decido”, como forma de inclusão de jovens com deficiência auditiva.

O projeto “Eu Decido” é voltado para o jovem eleitor e está em consonância com ações do Tribunal Superior Eleitoral nesse sentido. Para saber mais é só acessar http://www.justicaeleitoral.jus.br/jovem-eleitor/

Fernanda Picanço
Assessora de Comunicação
Tribunal Regional Eleitoral do Amapá
(96)3198-7504 (Ramal 7504)/(96)8406-5721 (Whatsap)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *