Projeto Quarta de Arte da Pleta mistura cuidados com a saúde e arte

Durante todo o mês de Outubro, o espaço Cultural Sankofa abraça a Campanha do Outubro Rosa. Nesta quarta, dia 9, artistas e especialistas em saúde estarão juntos na Quarta de Arte da Pleta, edição Ei, mana, se toca! – uma clara referência ao exame de toque de mama, que ajuda a identificar possíveis sinais de câncer de mama.

Para esta edição, haverá um bate-papo com Rosa Natália Carneiro Muniz Mota, coordenadora do Programa Saúde da Mulher da PMM (Prefeitura Municipal de Macapá), performance poética com Pat Andrade e um som com a convidada especial Ana Paula Araújo, de Santarém, além de Os De Sempre, fazendo a festa: Fernanda Canora, Kassia Modesto, Wellem Monte, Erick Pureza, Wendel Cordeiro, Tico Souza, Ladio Gomes.

O projeto também tem ponto de arrecadação de brinquedos e água, para o Dia das Crianças e Círio, respectivamente .

Pat Andrade

Sobre Pat Andrade

Poeta da Amazônia, publica e vende seus poemas em pequenas revistinhas, feitas por ela de maneira artesanal. Circula pelas noites da cidade declamando em eventos, cafés, bares e restaurantes. Acabou de lançar o seu vigésimo quinto trabalho, intitulado Subverso – editado e ilustrado por ela mesma. A poesia é para ela arma de ataque e defesa. É meio de vida e prazer.

Ana Paula Araújo

Sobre Ana Paula Araújo

Vinda de Santarém, esta mocoronga tem duas paixões: a música e a enfermagem. Vive hoje em Macapá, estuda enfermagem obstétrica. A paixão pela música vem do pai, que tocava teclado e sempre a levava para cantar algumas cações nas festividades de igreja. Desde de os dez anos que toca violão e a paixão só aumenta. Passou a tocar sozinha nos eventos: igreja, universidade, show de calouros. Hoje sua música é sua existência.

Fernanda Canora

Sobre Fernanda Canora

Paraense, nascida em Vigia de Nazaré, veio muito pequena para Macapá. Sua vida na música começou com a mãe, que escutava muita MPB nas vozes de Betânia, Gal, Caetano, Elis e outros.

Aos 16 anos ganhou um violão do pai e soltou a voz, representando a turma numa feira da escola, o antigo GM. Daí para os bares, foi um passo. A seguir, veio sua paixão pelo reggae, que lhe deu a liberdade de expressão. “Foi pelo reggae que consegui mostrar que, mesmo com todas as dificuldades, eu sou mulher e tenho meu espaço. Posso colocar o meu som à disposição da nossa luta feminista”, afirma Fernanda.

Serviço:

Data: 09/10/2019
Local: Sankofa, localizado na Rua Beira Rio 1488, Orla do Santa Inês, zona sul de Macapá.
Hora: a partir das 19h
Couvert: R$ 5,00
Mais informações pelo telefone: 98109-0563 (Andreia Lopes).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *