Promotoria da Saúde inspeciona Coordenação de Assistência Farmacêutica e constata condições precárias de armazenamento de medicamentos

A Promotoria de Defesa da Saúde inspecionou, nesta quarta-feira (10), o prédio da Coordenadoria de Assistência Farmacêutica – CAF, órgão responsável por distribuir medicamentos e correlatos nas unidades de saúde mantidas pelo Governo do Estado.

Na visita, que foi acompanhada pela coordenação do órgão, foram constatadas as precárias condições de armazenamento dos medicamentos, insumos e correlatos, principalmente por falta de climatização adequada.

No galpão principal nenhum aparelho de ar condicionado estava em funcionamento, e a temperatura, no início da manhã, já chegava à quase 30 graus centígrados; inadequada para o armazenamento de medicamentos.

Na câmara onde se armazenam os medicamentos oncológicos, apenas um aparelho de ar condicionado, bastante antigo, mantém milhões de reais em medicamentos essenciais ao tratamento dos pacientes com câncer atendidos pela UNACON.

Foi ainda constatado que o prédio atual se tornou pequeno para a necessidade de armazenamento, necessitando de urgente ampliação.

Para o titular da 1ª Promotoria da Saúde, promotor de Justiça André Araújo, chega a ser curioso o fato de que, graças à enorme falta de medicamentos na CAF, o número de produtos vencidos ou estragados por conta da ambiência inadequada permanece baixo, embora ainda relevante.

Preocupa o MP também o fato de que o prédio tem instalações elétricas e de combate a incêndio bastante precárias, com a presença de pragas como pombos, morcegos, insetos e roedores, além do constante cheiro de mofo em vários ambientes, colocando em risco, inclusive, à saúde dos servidores que ali desempenham suas funções.

Para a Promotoria, é necessária uma intervenção urgente no local, com correção da climatização e melhoria das condições de trabalho. Um relatório da inspeção será elaborado e encaminhado à Secretaria de Estado da Saúde (SESA) e à CAF, com as recomendações do MP para que sejam feitas as adequações.

Serviço:

Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Amapá
Contato: (96) 3198-1616
E-mail: [email protected]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *