Público em Festa de São Tiago deve dobrar com uso de ponte sobre o rio Matapi, no AP

Festa São Tiago acontecerá de 16 a 28 de julho, na vila de Mazagão Velho, a 70 quilômetros de Macapá (Foto: Festa de São Tiago/Divulgação)

Por Fabiana Figueiredo

A Festa de São Tiago, realizada há 240 anos no distrito de Mazagão Velho, no município de Mazagão, deve receber o dobro de visitantes em anos anteriores, prevê a organização da festividade. A programação acontecerá de 16 a 28 de julho. Em 2016, segundo o governo do Amapá, em torno de 10 mil pessoas participaram no dia 25 de julho, ponto alto da festividade. Segundo a associação, a expectativa é receber de 20 a 30 mil pessoas.

De acordo com a organização, o aumento no fluxo de visitantes será facilitado pela ponte da Integração Washington Elias dos Santos, sobre o rio Matapi, aberta em dezembro de 2016. A travessia no local era feita por balsas e era considerado um “gargalo” para o turismo nessa época. A vila onde acontece a festa fica a 70 quilômetros de Macapá.

“Nossa vila vai ficar pequena para o grande fluxo de pessoas durante a festa. Ou seja, é preciso garantir que esse turista seja recebido da melhor maneira possível. Assim, se faz necessária a união de todos os órgãos envolvidos nessa organização”, disse o presidente da Associação Cultural da Festa de São Tiago, Elton Jacarandá.

A tradição de celebrar São Tiago foi trazida da África, no século 18, pelas primeiras famílias que colonizaram a região, após a desativação da colônia portuguesa em Marrocos. É um evento religioso e cultural que mistura sincretismo religioso, cavalhada e teatro a céu aberto.

O ponto alto é no dia 25 de julho, com missa campal, círio e encenação teatral da guerra entre mouros e cristãos, representada pelos próprios moradores. A data é considerada feriado estadual desde 2012. A ideia é contar a aparição de Tiago como soldado anônimo que lutou ao lado dos seguidores de Jesus Cristo.

A associação anunciou nesta segunda-feira (3) a programação de festividade, cujos detalhes estão sendo discutidos desde o início de junho entre órgãos públicos e comunidade. Antes da abertura oficial, a imagem de São Tiago fará uma peregrinação entre 13 e 15 de julho em Macapá.

Dia 25 de julho é o ponto alto da festividade (Foto: Festa de São Tiago/Divulgação)

Confira a programação da Festa de São Tiago 2017:

Dia: 16 de julho (Domingo)
4h – Alvorada festiva
20h – Novena
21h – Arraial
Dia: 17 de julho (Segunda-feira)
18h30 – Novena (Famílias Queiroz e Videira)
20h – Arraial
Dia: 18 de julho (Terça-feira)
18h30 – Novena (Famílias Torres e Penha)
20h – Arraial
Dia: 19 de julho (Quarta-feira)
18h30 – Missa
20h – Arraial
Dia: 20 de julho (Quinta-feira)
18h30 – Novena (Família Silva e Barriga)
20h – Arraial
21 de julho (Sexta-feira)
18h30h – Novena (Família Jacarandá)
20h – Arraial
Dia: 22 de julho (Sábado)
18h30 – Missa
20h – Arraial
23h30 – Baile dançante
Dia: 23 de julho (Domingo)
18h30 – Novena (Família Silveira)
20h – Arraial
23h30 – Baile dançante
Dia: 24 de julho (Segunda-feira)
4h – Alvorada festiva
16h – Entrega dos presentes
18h30 – Missa
21h30 – Baile de máscaras
Dia: 25 de julho (Terça-feira)
7h – Saída do arauto convidando as figuras para o círio
8h – Missa solene em frente à Capela de São Tiago
9h – Início do círio
11h – Dança do vominê para convidados e em residências locais
12h – Passagem do bobo velho
14h – Saída do arauto anunciando o início da batalha, com os seguintes episódios:
– Descoberta do atalaia
– Morte do atalaia
– Armadilha (Emboscada feita pelos cristãos)
– Captura e venda das crianças cristãs e partilha do dinheiro
– Troca do corpo do Atalaia pela bandeira moura
– Batalha entre mouros e cristãos, tomada do estandarte mouro e batalha final
– Vominê (dança da vitória dos cristãos)
20h – Recírio
20h30 – Ladainha

Dia: 26 de julho (Quarta-feira)
8h – Salve rainha em louvor a Santa Ana (procissão)
9h – Baile da melhor idade
Dia: 27 de julho (Quinta-feira)
5h – Alvorada festiva e início da festa de São Tiago das crianças
16h – Entrega dos presentes
19h – Transladação do santo e novena
21h – Baile de máscaras
Dia: 28 de julho (Sexta-feira)
8h – Círio com missa das crianças
11h – Visitas nas residências locais
12h – Passagem do bobo velho
16h – Batalha das crianças
20h – Recírio

Fonte: G1 Amapá

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *