Randolfe destina R$ 1,2 milhão para programa de renda mínima em Santana

O senador Randolfe Rodrigues (REDE) destinou R$ 1.220.000,00 para o “Projeto Alimenta Santana”, lançado nesta quarta-feira, 1 de julho, pelo Município.

Os recursos foram obtidos via emenda parlamentar, junto ao Ministério da Cidadania, em ação especial de combate à pandemia da covid-19, e a previsão é que seja disponibilizado na conta da prefeitura em 10 dias.

A iniciativa é destinada para garantir segurança alimentar a pessoas em situação de vulnerabilidade social, causada pela pandemia do coronavírus.

Segundo a Prefeitura de Santana, durante 3 meses, as famílias beneficiárias receberão créditos em um cartão de compras que poderá ser usado para aquisição de itens como alimentos e gás de cozinha em estabelecimentos comerciais credenciados, preferencialmente no bairro dos assistidos.

O valor da recarga mensal será ainda definido em decreto municipal, após avaliação financeira da gestão.

Municípios

Randolfe também destinou recursos de emenda para assistência social durante a pandemia para mais 5 municípios: Oiapoque (R$ 300 mil), Serra do Navio (R$ 100 mil), Amapá (R$ 100 mil), Laranjal do Jari (R$ 100 mil) e Mazagão (R$ 100 mil). Tais recursos também aguardam liberação do governo federal.

A capital do estado, Macapá, tem destinado para o mesmo fim, através de emenda da bancada federal, R$ 10 milhões.

“Diante da mais profunda crise sanitária dos últimos tempos, a economia também foi afetada, sobretudo a vida financeira das pessoas mais humildes. Precisamos agir com pressa para que esses recursos cheguem o mais rápido possível à mesa. As famílias de Santana e de outras cidades do Amapá têm pressa”, declarou o senador Randoĺfe Rodrigues.

Assessoria de comunicação do senador Randolfe Rodrigues

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *