Ratos d’água assaltam navio que viajava de Macapá (AP) para Portel (PA) – Égua-moleque-tu-é-doido!

Foto: Divulgação

Por Elden Carlos

O navio Paulo Santos, que havia deixado o porto da orla de Macapá por volta de 17h de quinta-feira (31) com destino ao município de Portel (PA), foi alvo de ‘ratos d’água’ por volta de 22h enquanto navegava pela baia do Vieira, próximo ao rio Limão.

Segundo testemunhas, três bandidos haviam embarcado em Macapá se passando por passageiros. Durante a ação planejada, eles renderam a tripulação enquanto outros criminosos chegaram fortemente armados em uma voadeira.

Eles [bandidos] teriam roubado malas, sacolas e outros objetos dos passageiros que foram colocados na voadeira, além de tomar dinheiro, jóias e aparelhos eletroeletrônicos das vítimas. Na fuga, a quadrilha levou a voadeira de apoio do navio e o comandante da embarcação, Jorge Miranda.

Comandante Jorge Miranda foi levado na fuga e espancado – Foto: Divulgação

Ele teria sido espancado durante o translado e próximo ao porto do Souza – local conhecido no percurso das viagens como ponto de apoio – Jorge foi jogado dentro do rio. Ele nadou até a margem onde conseguiu ser resgatado. O comandante [que arrendou a embarcação para viagens] tinha vários ferimentos e um corte profundo na cabeça.

Os passageiros conseguiram sinal de telefonia celular e pediram socorro por meio do Whatsapp. O navio teria sido levado até o município de Breves. A polícia foi acionada, mas ainda não se tem informação se existem pistas sobre os criminosos. Nesta semana, outras duas embarcações já teriam sido alvo dos ratos d’água.

O comandante do Batalhão de Operações Especiais (Bope), do Amapá, coronel Paulo Mathias, disse que oficialmente não recebeu solicitação de apoio para uma intervenção, mas caso haja alguma necessidade, está com as equipes apostas para atuar.

Ele lembrou que o crime foi cometido na jurisdição paraense, cabendo à Polícia Militar do Pará atender a ocorrência. “Já foi um crime cometido bem mais distante de Macapá e acreditamos que os policiais paraenses já tenham atendido a ocorrência. Temos atendido diversas situações aqui nessa região do município de Afuá, principalmente, pela proximidade. Agora, ocorrendo um pedido oficial de apoio em possível missão de busca a esses criminosos, estamos preparados para atuar”, declarou ao Diário o comandante do Bope, por telefone.

Fonte: Diário do Amapá

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *