Rebecca e Tio Zé se apresentam em alto estilo na Orla de Macapá

 
A foto (de cel) ta trash, mas a noite foi massa.

As férias de julho (que para mim não serão férias começaram bem. Na sexta (1) a Radiofone detonou no Bar do Francês e ontem (2) a Rebecca Braga fez um show muito legal, acompanhada da banda Tio Zé, no American Bar, na Orla de Macapá.
O American Bar é legalzinho, o atendimento é bom e o ambiente intimista é apropriado para públicos pequenos. Minha única queixa é que o som é muito alto e temos que conversar falando nos ouvidos dos amigos. Mas no geral, é um boteco bacana. O bar estava cheio de conhecidos, músicos e amigos, mas sempre tem um grupinho de patetas para pedir as músicas batidonas de sempre, mas eles não tiraram o brilho da noite, que foi muito legal.
A Rebecca cantou versões legais de música pop e clássicos do rock, rolou até Cindy Lauper e Madonna, canções que levantaram as meninas, mas os caras, como eu, curtiram só bebendo. Ainda teve as sempre tocadas do Loser Manos, tocadas e cantadas pelo Moisés Sandino Camelo (eu tinha que tirar esse barato).

Rebecca Braga
 A cantora amapaense, Rebecca Braga é dona de uma linda voz, presença de palco e carisma. Possui repertório qualificado e está no circuito amapaense há quase duas décadas. Ah, a Bel (como a chamo carinhosamente) comandou a Drop’s Heroína nos anos 90. A banda tinha uma proposta diferente, com uma agressividade teenage.
Rebecca flertou com a Música Popular Amapaense (MPA), compôs com Naldo Maranhão, trabalhou com muitos músicos consagrados do Amapá. Tornou-se uma incentivadora de movimentos artísticos de Macapá.  Volta e meia, ela dar o ar da graça em barzinhos da capital amapaense, sempre com talento e profissionalismo.
Tio Zé
A banda Tio Zé existe há alguns anos. A banda é formada pelo guitarrista e vocalista Almir Junior (A.J.), pelo baixista Tássio Callins (crente safado) e ontem tocaram com o Magrão na bateria (mas não sei se ele que comanda a cozinha da banda efetivamente). A banda é cover e faz bem o que se propõe.

A Tio Zé já teve várias formações, por lá passaram o talentoso guitarrista Mário Mareco (hoje o cara ta só cuidando da família e trampando) e o multiinstrumentista Nelsinho Braga (da banda Oh My Dog).
Elton Tavares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *