Reconhecimento: membros do MP-AP são premiados pelo Melhor Arrazoado de 2017

O Ministério Público do Amapá (MP-AP), por meio do Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (CEAF) e da Associação dos Membros do Ministério Público (AMPAP), promove, anualmente, o concurso do Melhor Arrazoado. A premiação foi realizada nesta segunda-feira (18), na Procuradoria Geral de Justiça Promotor Haroldo Franco e teve como vencedores os promotores de Justiça Neuza Barboza, Benjamim Lax e Miguel Angel, em 1º, 2º e 3º lugares, respectivamente.

A premiação é destinada aos três melhores trabalhos apresentados e autuados em qualquer fase do processo, em primeira instância, nas áreas criminal, civil, eleitoral e em processo administrativo.

“Este prêmio já existe há anos na instituição, e é um estímulo para que os membros possam desenvolver ainda mais suas atividades, com a dedicação que lhes é esperada. A ideia é divulgar os trabalhos desenvolvidos pelos membros e, neste novo momento, também os projetos realizados pelos estagiários”, ponderou o Coordenador do Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional do MP, procurador de Justiça Nicolau Crispino, diretor do CEAF.

No primeiro lugar, a promotora de Justiça Neuza Barboza, foi premiada por uma réplica em Ação Civil Pública (ACP) referente ao município de Ferreira Gomes. Foi considerado o segundo melhor arrazoado as alegações finais em Ação Penal, feitas pelo promotor de Justiça Benjamin Lax, que atua nas promotorias de Justiça da Infância e da Juventude; Cível e de Atos Infracionais. Recebeu a terceira colocação a ACP, do promotor de Justiça Miguel Angel Ferreira, que exerce a titularidade da 2ª Promotoria de Justiça de Defesa dos Direitos da Infância e da Juventude de Santana e coordena o Centro de Apoio Operacional da Infância, Juventude e Educação (CAOP-IJE), referente ao município de Santana.

“É um momento de muita felicidade para todos, pois simboliza o resultado de um ano de serviço. Vale ressaltar, que os que não conseguiram uma classificação, não podem se sentir menos que os demais. O fato de entregar um projeto já o faz vencedor. Parabéns a todos os concorrentes. Aos premiados, meus sinceros votos de mais sucessos em suas respectivas jornadas”, salientou o presidente da AMPAP, promotor de Justiça José Cantuária Barreto.

Premiação

A comissão, orientada pelo coordenador do CEAF e formada pelo procurador-geral de Justiça do MP-AP e pelas procuradoras de Justiça Socorro Milhomem Moro e Estela Sá, fez a entrega dos prêmios, que foram passagens áreas nos trechos Macapá/Rio de Janeiro/Macapá para o 1º classificado; Macapá/Salvador/Macapá para o 2º classificado; e, para o 3º classificado, uma passagem aérea Macapá/Fortaleza/Macapá.

Estagiário em Destaque

Também durante o evento, foi feita a premiação do “Estagiário em Destaque”. Ao todo, três acadêmicos foram premiados por conta de seus projetos, selecionados pela comissão organizadora do certame.

Conforme a gerente da Divisão de Treinamento e Aperfeiçoamento do MP-AP, Telma Freitas, o projeto visa oferecer a oportunidade para que acadêmicos em estágio no MP-AP se expressem, dando vazão às ideias que poderão ser implementadas na Instituição como instrumento de mudanças e melhorias. Visa também motivar as habilidades destes estudantes, resultado do aprimoramento das competências teóricas adquiridas na academia.

Os premiados foram Diane Serrão Moraes, da Faculdade Estácio Seama, que ficou em 1º lugar e teve o promotor de Justiça Mauro Guilherme da Silva como supervisor; a segunda colocação foi de Anny Caroline Ribeiro Arouxa, da Universidade Federal do Amapá (Unifap), com supervisão do promotor de Justiça Iaci Pelaes e em terceiro o estudante da Faculdade de Macapá (FAMA), Michael Douglas Souza da Silva, que foi supervisionado pelo promotor de Justiça Manuel Felipe Menezes da Silva Menezes.

Os três acadêmicos receberam o certificado de Estagiário em Destaque, mas o primeiro colocado foi premiado com um aparelho celular smartphone Moto G5, oferecido pelo Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE).

“Eu quero parabenizar a todos os envolvidos neste projeto. Felicitar os estagiários que não mediram esforços para entrega de seus projetos. Para administração superior da instituição, pelo suporte e apoio, que foi direcionado para este, que além de estimular os jovens estagiários, também traz resultados positivos nos serviços desenvolvidos pela instituição, e na formação de excelentes profissionais para sociedade”, ressaltou a Telma Freitas.

O PGJ destacou que o concurso é uma forma de reconhecimento institucional, integração dos membros e promoção para melhores condições de trabalho. Márcio Alves parabenizou os membros do MP-AP premiados e também os estagiários em destaque.

“O Melhor Arrazoado é um justo reconhecimento aos membros que tanto trabalham e mostram qualidade técnica em suas respectivas atuações. Se o Brasil se encontra nesta crise política, moral e econômica, sem o MP, certamente nosso país estaria bem pior. Meus parabéns aos promotores premiados. Já o “Estagiário em Destaque” brinda os projetos dos acadêmicos que trabalham no MP-AP, que reconhece a importância destes estudantes para a instituição e para o futuro profissional destes jovens. Portanto, minhas felicitações a todos pelo trabalho”, destacou Márcio Alves.

Participaram da premiação as procuradoras de Justiça Socorro Milhomem Moro e Estela Sá (corregedora-geral do MP-AP) a secretária-geral do MP-AP, promotora de Justiça Ivana Cei, promotora de Justiça Clarisse Alcântara; promotor de Justiça Iaci Pelaes; o supervisor do CIEE, Ismael Ângelo; servidores do órgão ministerial, representantes das instituições de ensino superior.

SERVIÇO:

Elton Tavares e Luanderson Guimarães
Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Estado do Amapá
Contato: (96) 3198-1616
E-mail: [email protected]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *