Reforço cultural: Secult/AP homologa edital “Circula Amapá”

A Secretaria de Cultura do Amapá (Secult/AP) divulgou, nesta  terça-feira (20), a lista de habilitados da chamada pública “Circula Amapá”. No total foram analisadas 254 propostas de diversos segmentos culturais, sendo 137 consideradas aptas pela comissão avaliadora formada por técnicos da pasta e profissionais da cultura convocados. A homologação do documento ocorreu na última segunda-feira (19).

Foto: Divulgação Secom/GEA

Os avaliadores analisaram as propostas considerando critérios técnicos e artísticos, além da coerência no uso dos recursos disponíveis; qualificação do proponente e ficha técnica; interação artística com a diversidade cultural do Amapá; e a contrapartida oferecida para a população e/ou artistas locais. Deste modo, o edital alcançou projetos artístico-culturais dos segmentos de cultura popular (marabaixo, grupos juninos e capoeira), teatro, circo, dança, artes visuais, artesanato, audiovisual, literatura e música.

Marabaixo, manifestação artística da cultura popular do Amapá — Foto: Aydano Fonseca/Tambores e Bandeiras

A iniciativa tem como principal objetivo premiar projetos da cadeia produtiva da cultura e das artes em todo Estado. Os recursos para execução são provenientes de emenda federal articulada pelo senador do Amapá, Davi Alcolumbre, com o intuito de valorizar e fortalecer a cultura amapaense, incentivando a produção local com políticas ampliadas para os projetos que favorecem a circulação de bens, produtos e serviços artísticos e culturais em âmbito local, estadual, nacional e internacional.

De acordo com o titular da Secult, Evandro Milhomen, a iniciativa promoverá a cultura amapaense de forma integral, com os diversos segmentos contemplados com recursos que lhes garantirão movimentar a produção local, oferecendo ao público do Estado acessibilidade aos meios culturais.

Foto: Divulgação Secom/GEA

Temos trabalhado muito. Nosso objetivo é, dentro de nossas possibilidades, fomentar a cultura mesmo em tempos de Covid-19. Entendemos que isso é fundamental para ampliarmos as possibilidades de valorização e fortalecimento cultural do Amapá em todas as suas vertentes, bem como gerar renda para a classe artística”, frisou o secretário de Estado da Cultura.

Garantia de lisura

O resultado final dos projetos selecionados estava previsto para sair no dia 30 de julho mas, para garantir que o processo está todo dentro da lei, a Secult pediu que a Procuradoria-Geral do Estado analisasse todo o procedimento, comprovando a lisura do mesmo.

Secretário de Cultura, Evandro Milhomen – Foto: Maksuel Martins/Secom

Fizemos tudo dentro da Lei, com o auxílio da PGE, para que não houvesse falha ou dúvida no edital e seus contemplados. Com esse incentivo aos segmentos culturais do Estado, ganham os profissionais da cultura, mas principalmente a população do Amapá. A pandemia ainda assola a nossa sociedade e a cultura restaura as esperanças e mostrará um novo caminho para todos nós. Portanto, é fundamental dar suporte aos trabalhadores de todas as vertentes culturais. Agradecemos ao senador Davi Alcolumbre pelo apoio à Cultura do Amapá“, pontuou o titular da Secult.

Confira a lista completa AQUI.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *