Regime especial de teletrabalho é mantido no MP-AP, para membros e servidores autorizados

Foto: Manoel Raimundo Fonseca

A Procuradoria-Geral de Justiça prorrogou até o dia 30 de setembro o teletrabalho no âmbito do Ministério Público do Estado (MP-AP), aos membros e servidores que estão autorizados para o trabalho remoto, a fim de prevenir o contágio pelo novo coronavírus. O Ato Normativo nº 023/2020-PGJ/MP-AP foi publicado na sexta-feira (19).

O documento, assinado pela procuradora-geral de Justiça, Ivana Cei, tem como base o Parecer Técnico-Científico nº 027/2020, de 12 de setembro de 2020, elaborado pelo Comitê Científico do Centro de Operações de Emergência em Saúde Pública – COESP, e considera os principais grupos de risco que continuarão sob tutela do Ato, com autorização já deferida anteriormente, para dar continuidade ao trabalho remotamente.

O secretário-geral do MP-AP, Alexandre Monteiro, ressaltou que a administração do MP-AP está cumprindo com o Plano de Retomada Gradual das Atividades Institucionais nº 001/2020 que estabelece o retorno pleno das atividades, conforme diretrizes normativas Federal, Estadual, Municipal e Institucional. “Dessa forma, estamos garantindo que o regresso desse último grupo seja com segurança e de acordo com os protocolos necessários para preservar a saúde, bem como as atividades institucionais”, afirmou Alexandre Monteiro.

Serviço:

Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Amapá
Gerente de Comunicação – Tanha Silva
Núcleo de Imprensa
Coordenação: Gilvana Santos
Texto: Halanna Sanches
Contato: [email protected]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *