Relações internacionais: GEA retoma diálogo com Guiana Francesa

                                                                      Foto: Márcia do Carmo.

O chefe do Gabinete Civil do Governo do Amapá, Kelson Vaz, representando o governador Camilo Capiberibe, reuniu-se, nesta quarta-feira, 3, no Palácio do Setentrião, uma comitiva formada por autoridades do Platô das Guianas (FRA). No encontro, que também contou com a presença do titular da Secretaria de Estado da Indústria, Comércio e Mineração (Seicom), José Reinaldo Picanço, foram debatidos vários assuntos para a cooperação entre o Estado e a comunidade francesa.

Entre os temas discutidos estão o alinhamento da relação comercial entre o Amapá e a Guiana Francesa, Turismo, Segurança, Saúde, Educação, entre outros setores importantes, entre outros.

Durante a reunião, o chefe do Gabinete Civil explicou as ações positivas que o governo realizou e pretende realizar no município de Oiapoque. A cidade amapaense, por meio da Ponte Binacional, será a única ligação entre o Brasil e a o Platô das Guianas, que pertence a comunidade europeia. Kelson Vaz discorreu sobre a BR-156, reordenamento territorial e a segurança na fronteira entre os dois países.

Por sua vez, o conselheiro da delegação francesa, Fabien Canavy, esclareceu aos membros do Poder Executivo que existe o interesse em firmar parceria, porém, ele afirmou que a vinda da comissão ao Estado foi para sorver conhecimento sobre a Piscicultura amapaense e a fabricação da farinha local, técnicas que os franceses têm interesse em implantar em seu país.

Para Fabien Canavy, o encontro marcou uma retomada do diálogo e colaboração entre vizinhos. Segundo ele, existia cordialidade entre Amapá e Guiana Francesa na época do governo de João Alberto Capiberibe, mas que a relação internacional ficou estagnada, durante os oito anos da gestão passada.

“Por conta de nossas condições geográficas, peculiaridades e semelhanças com o Amapá, existem técnicas amapaenses mais úteis para nós do que especialidades europeias. Estamos felizes com a boa vontade do Governo do Estado do Amapá. Essa aproximação não existiu durante a administração passada. Essa atitude política só existia na época da gestão de João Alberto Capiberibe”, pontuou Fabien Canavy.

Além de Fabien Canavy, a comissão é formada pelo prefeito de Camapy, município guianense indígena, René Monnerville, o secretário de Economia da Guiana, Roland Loe-Mie, a responsável pela comunicação da delegação, Katiana Larance e seis presidentes de associações de classe do Platô das Guianas.
 
Convite

Na ocasião, Kelson Vaz e o secretário de Estado da Indústria, Comércio e Mineração convidaram a delegação a participar da Feira Agropecuária do Amapá, que será realizada em setembro de 2011.

De acordo com José Reinaldo Picanço, o evento tem como missão, além da exposição de produtos locais, restabelecer a relação entre o Estado e os parceiros econômicos do Amapá.

Encaminhamentos

Ao final da reunião, o chefe do Gabinete Civil determinou como encaminhamentos o agendamento de visitas da comissão a criadouros de peixe e casas de produção de farinha. Kelson Vaz disse ainda que o Amapá está de portas abertas para os vizinhos franceses e que é de interesse do Poder Executivo estreitar as relações entre o Estado e o Platô das Guianas, em todos os setores.

“A comissão veio buscar experiências na nossa Agricultura Familiar, como elementos fármacos, essências, sementes e produção de farinha, além da criação de peixes. Abriremos as portas de nossos setores competentes e cooperativas que atuam nas áreas de interesse francês. Iremos estabelecer uma relação direta, sem intermediários, para realizarmos negócios e parcerias de interesse mútuo”, disse Kelson Vaz.

Elton Tavares
Assessor de Comunicação Social
Secretaria de Estado da Comunicação Social

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *