Resenha bem humorada sobre o filme Êxodo: Deuses e Reis

exodo-poster

Exodus é uma adaptação da história bíblica do Êxodo, segundo livro do Antigo Testamento. O filme ,que assisti ontem com a família, conta a vida do profeta Moisés (Christian Bale), nascido entre os hebreus na época em que o faraó ordenava que todos os homens hebreus fossem afogados. Moisés é resgatado pela irmã do faraó e criado na família real. Quando se torna adulto, Moisés recebe ordens de Deus para ir ao Egito, na intenção de liberar os hebreus da opressão. No caminho, ele deve enfrentar a travessia do deserto e passar pelo Mar Vermelho.exodo-21

O filme é dirigido pelo aclamado Ridley Scott (diretor de Gladiador, Prometheus). O longa é uma história sobre a coragem de um homem para derrubar o líder de um império. Usando efeitos 3D de imersão, Scott traz à vida a batalha entre Moisés (Christian Bale), no momento em que ele ascende contra o faraó Ramsés (Joel Edgerton), levando 400 mil escravos a uma jornada monumental para escapar do Egito e das pragas que o aterrorizam (informações encontradas no site Adoro Cinema).

Gostei do filme, mas meu amigo Lênio Mont’Alverne fez uma análise bem humorada sobre a superprodução, leiam:

Moisés é branco e luta contra o faraó branco pra salvar um monte de gente branca de outro pessoal branco, sendo que nenhum deles deveria ser branco (já que a região possui povo de pele morena). Deu vontade de dar uns cascudos naquele moleque (Deus) que diz:

“Moisés , é o seguinte… Quero que tu atravesses esse deserto de novo, vá lá de onde tu veio na merdtumblr_nevoayxoQl1sjz6yao5_1280a e fugido. És descendente de um povo escravo e provavelmente será escravizado igual a eles se for pego. Seja meu general, mas, não vou te dar armas nem grana… E o pessoal lá que tu vai ter que ensinar a lutar, é escravo e sem nenhuma experiência de combate… Mas não é só isso…. Tem mais. Como eles passam o dia todo sofrendo as mais escrotas torturas e trabalham forçado de sol a sol, eles estão desnutridos e doentes…então, vais ter que treinar eles a noite” (Deus).

Ainda segundo Lênio, no mundo real, Moisés diria:

“Ora porra caralho, tu não é Deus? Tira teu povo sozinho seu incompetente. Eu tenho que deixar minha família aqui e ir me fuder lá pra casa do caralho porque tu não pode resolver um problema que tu mesmo criou, seu porra?

E Moisés continuaria:

“Então me dá um super poder… Não transformar água em vinho ou andar sobre as águas, que isso não serve de porra nenhuma. O poder do Thor. Pronto. Com o poder do Thor eu tiro tua galera de lá e ponho até na puta que o pariu, se tu quiser…. E não precisa matar o filho de ninguém”.

Apesar das partes ofensivas e blasfêmicas para alguns, eu ri!

Agora sério, o filme vale à pena. Assistam o trailer:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *