Sábado é dia de roda de samba em Macapá


Sábado será de muito samba em Macapá com os melhores músicos e cantores. O projeto Roda de Samba, que acontece no Club do Piru, continua reunindo sambistas, compositores e amantes do estilo para uma legítima rodada de percussão, viola e grandes sucessos brasileiros. Nesta edição, o artista Lula Gerônimo abre a tarde interpretando sambas que são a marca do país do país do carnaval, acompanhado de ritmistas e percussionistas. Logo após se apresentam outros convidados, como o grupo Samba na Veia, que tem a frente Mestre Mistura, Quizinho e Salgadinho.

Roda de Samba é um projeto que foi pensado para agregar quem gosta de um bom papo e música de primeira tocada por quem entende do assunto. Ele vai acontecer uma vez por mês no Club do Piru, sempre com muitas atrações e convidados. “Macapá tem muitos lugares onde acontecem os pagodes, mas são poucos os que promovem as verdadeiras rodas de samba, com direito a qualidade do som, aperitivos, tira-gosto em um espaço adequado, que reúne pessoas que se identificam e nos remete à grande movimentação cultural de centros onde a cultura do samba é forte”, diz Carlos Piru, idealizador do projeto.

Carlos Piru é um agitador cultural que há mais de 20 anos promove eventos relacionados ao samba. Foi um dos fundadores do primeiro grupo de samba de Macapá, o Bandeira do Samba, meado dos anos 80, e incentivador de outros conjuntos musicais. Intérprete e compositor, Carlos tem CD autoral gravado e é autor de uma edição sobre samba no Amapá. O Projeto Samba no Mercado Central ainda hoje é coordenado por ele, que criou o Club do Piru como uma alternativa para a promoção de qualquer evento cultural.

O clube é um sonho que virou realidade e tem uma finalidade social. Localizado no bairro Infraero I, ele foi construído com o uso da mão de obra da vizinhança, que também são contratados para prestarem serviços nos dias de eventos. Até agora o espaço tem a área para show com bar, cozinha e banheiro, mas em breve começa a construção da quadra poliesportiva que vai ser utilizada para projetos sociais da comunidade. “Não é um local somente para o samba, está aberto para o marabaixo, reage, eventos parar pessoas de todas as classes e idades.  O Roda de Samba será realizado uma vez por mês, e nos outros finais de semana será de todas as tribos”, disse.

Serviço:

Projeto Roda de Samba
Data: 12 de abril
Hora: 16:00
Local: Infraero I – Travessa Douglas
Referência: Rua do Batalhão da PMM, seguindo as placas
Mariléia Maciel
Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*