Santana reforça limpeza para evitar alagamentos e solicita colaboração da população para não jogar lixo na cidade

A Secretaria de Obras e Serviços Urbanos do Município de Santana (Semop) detectou os locais mais inundados, após as fortes chuvas e alta da maré, ocorridas na última quarta-feira, 24, e intensificou ações de limpeza e desobstrução de canais e córregos da cidade.

Os trechos pontuados estão localizados entre a Avenida Coelho Neto, próximo a Escola Izanete e no canal, ambos no Bairro Paraíso. A Rua Presidente Kennedy, com a Rui Barbosa e Avenida Princesa Izabel, com Machado de Assis, no Bairro Hospitalidade, também receberam os serviços nesta quinta-feira, 25.

O Secretário da Semop, Anderson Almeida, disse que os trabalhos estão sendo realizados, mas é necessário que a população contribua não jogando lixo e entulhos no local, pois Santana possui bastante áreas de ressaca que mesmo sendo limpas, já estão totalmente saturadas e começam a transbordar.

“O escoamento das áreas de ressaca é lento e gradual, mas o acúmulo de lixos e entulhos prejudica ainda mais a passagem da água e faz com que ela não consiga escoar para os canais e para os rios”, também explicou o meteorologista, Dr. Jefferson Vilhena, Gerente do Núcleo de Hidrometeorologia e Energias Renováveis NHNET/IEPA.

O Dr. Jefferson falou ainda que existe a possibilidade de ocorrerem mais chuvas, iguais ou mais intensas como a que aconteceu recentemente.

A orientação é, caso a população veja o rio amazonas aumentando rapidamente o seu nível, se possível, se proteja indo para as partes mais altas, evitando contato com as águas contaminadas das enchentes.

“O que aconteceu essa semana foi que o rio já estava em um nível baixo, mas a cidade continuou alagada por horas, pois a água não conseguiu escoar, ou seja, não conseguiu sair da cidade, devido a sujeira acumulada. Precisamos cuidar do lugar que a gente mora”, reforçou o meteorologista, que também coordena a Sala de Situação do Estado do Amapá SSAP/IEPA/SEMA.

Ascom Prefeitura de Santana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *