Santos não entrou em campo contra o Barcelona

O Barcelona é um timaço sem duvida. Lembra um tal de Flamengo dos anos 80 onde os adversários entravam sabendo que iam perder e levar um show de bola.Era formado pelo Zico, Junior e mais nove.Desde então alguns clubes europeus se convenceram que aquilo era a formula de jogar futebol.E começaram a correr atrás para imprimir essa formula nos seus times.

Enquanto isso aqui no reino do futebol do Ricardo Teixeira, Galvão Bueno, Rede Globo, empresários de futebol oportunistas, clubes controlados por cartolas visando o próprio lucro ou carreira política, o governo brasileiro desmontando a economia do Brasil em nome de uma tal de globalização neoliberal, o nosso futebol virou somente pasto de engorda para o milionário futebol europeu.
O Brasil em pouco tempo deixou de ser o país do futebol e periga agora virar o país do UFC, como quer o defensor do ideário entreguista tucano paulista aqui na úmida Amazônia, o ex senador Arthur Virgilio.
Na certa pensando na possibilidade maravilhosa do Brasil formar senadores que bravateiam da tribuna dizendo que vão dar porrada no presidente da republica.
Só pode.
O Santos hoje foi a demonstração de como descemos no futebol.No jogo de hoje os jogadores do Santos pediam desculpa aos jogadores do Barcelona até quando sofriam falta.
Isso é resultado de anos de sucateamento do futebol brasileiro.
A quadrilha do Ricardo Teixeira, Rede Globo e o escambau deixaram o orgulho nacional de quatro.O Barcelona de hoje joga o futebol copiado dos brasileiros do passado.
Enquanto no Brasil por conta de campeonatos que só servem para empresários europeus escolherem o gado que querem levar para a próxima temporada, fazendo com que os técnicos tenham que copiar a forma de jogar européia abandonada até pelos europeus.
Um tal de “futebol competitivo”, um futebol que obriga craques a correr atrás de pernas de pau, um futebol que técnico diz que gol é só um “mero detalhe”. Onde os técnicos da seleção vem da escola Gaucha que só ensina marcar. Marcar defendendo, não marcar gol.
O Santos hoje entrou em campo para “pagar pau” para o maravilhoso Barcelona que joga como o Flamengo na época em que o futebol era brasileiro.Época que jogar bola era sinônimo de felicidade. E felicidade não é só ganhar dinheiro. É fazer bem o que se faz, também.
Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*