Secult/AP oferece canais virtuais de acesso nesse momento de isolamento social provocado pelo COVID-19

Buscando amenizar as restrições de isolamento social em virtude da pandemia do Covid-19, a Secretaria de Estado da Cultura do Amapá (Secult-AP) oferece ao público que acessa os seus serviços, canais virtuais de comunicação. O objetivo é permitir que as demandas de artistas e produtores culturais não fiquem paralisadas nesse tempo de cuidados com a saúde pública.

Deste modo, a Secretaria disponibilizou diversos meios de contato com a sua equipe de profissionais. Ligações e WhatsApp podem ser feitos pelo número – (96) 98808-0736. O acesso também pode ser via o e-mail da Secult/AP: [email protected]. Nos casos de acesso ao protocolo de documentos está disponível o e-mail: [email protected].

Nas suas redes sociais a Secretaria de Cultura também mantém as informações sempre atualizadas para seus usuários, além de servir como instrumento para sanar dúvidas dos internautas. Para acessar as páginas do Facebook e Instagram é só buscar por @secultamapa.

A Secult tomou medidas preventivas logo após a expedição do Decreto Governamental nº 1414, de 19 de março de 2020, passando o seu funcionamento na sede administrativa para o regime de expediente interno. O afastamento de servidores que detêm problemas crônicos de saúde e os de idade mais avançada para que executem suas tarefas funcionais em teletrabalho, também foi outra providência praticada.

Eventos como a Semana Santa, Ciclo do Marabaixo e Dia Estadual dos Cultos Afro, que tradicionalmente recebem investimentos da Secult, neste ano, excepcionalmente não serão realizados, uma vez que todos os protocolos de saúde orientam que grandes agrupamentos de pessoas devem ser cancelados.

Medida de contenção

Seguindo as recomendações do Decreto Governamental nº 1414, de 19 de março de 2020, a Secult tomou a decisão de temporariamente fechar as unidades vinculadas a pasta como forma de evitar aglomerações de pessoas. A Secretaria esclarece que as reaberturas serão feitas logo que as autoridades de saúde afastarem qualquer possibilidade de risco à saúde pública.

Unidades sem atendimento ao público: Teatro das Bacabeiras, Museu Fortaleza de São José de Macapá, Centro de Difusão Cultural João Batista de Azevedo Picanço, Biblioteca Pública Estadual Elcy Lacerda, Museu de Arqueologia e Etnologia, Museu dos Povos Indígenas do Oiapoque – KUAHÍ e Museu à Céu Aberto Base Aérea do Amapá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *