Secult e parceiros realizam projeto “Cine Quilombo” em comunidade quilombola

A Secretaria de Estado da Cultura (Secult), por meio de seu Núcleo de Produção Digital Equinócio (NPD), iniciou, nesta terça-feira (29), o projeto “Cine Quilombo”. A ação, realizada em parceria com a Secretaria Extraordinária de Políticas Públicas para Afrodescendentes (Seafro), Prefeitura de Santana e Centro Técnico Audiovisual (CTAv), consiste em oficinas de audiovisual em comunidades quilombolas ribeirinhos.

O projeto visa a democratização do audiovisual, fortalecimento da cultura afro no Amapá, estimular o senso crítico e a participação das populações em ações culturais locais. A primeira localidade a receber o Cine Quilombo foi a de Igarapé do Lago, Distrito do município de Santana. Durante uma semana, será promovida a capacitação e produção nesta comunidade.

Os participantes das oficinas receberão orientações técnicas para elaboração de roteiro, de operação de câmera de vídeo e montagem e edição. Como resultado final do aprendizado, os quilombolas produzirão documentários abordando um tema escolhido pelo grupo.

Os curtas-metragens serão exibidos posteriormente nas próprias localidades, no Encontro dos Tambores (previsto para a segunda quinzena de novembro de 2019) e nas redes socais do Governo do Amapá, Secult, Seafro e CTAV.

Com essa capacitação, valorizamos os elementos da cultura, dando voz aos quilombolas. A ideia é planejar, de acordo com nossa capacidade orçamentária, e levar o projeto às comunidades do Mel, Maruanum e Curiaú. Além de possibilitar a inclusão e visibilidade destes cidadãos”, comentou o titular da Secult. Evandro Milhomen.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *