Secult prorroga encerrada hoje (8) Chamada Pública para credenciamento de grupos de Capoeira, Hip-hop e Matriz Africana

A Secretaria de Estado da Cultura (Secult) abriu, na última quinta-feira (24), inscrições para três Chamadas Públicas (n° 003/2019; n° 004/2019 e n° 005/2019) para o credenciamento de grupos nas categorias Capoeira, Hip-hop e Matriz Africana. A medida visa contemplar as áreas dentro da política cultural da Secult, bem como otimizar os serviços de contratações, para uma melhor organização do calendário de atividades e eventos. O prazo limite para as inscrições, que anteriormente era o dia 02 de novembro de 2019,passou a ser 08 de novembro de 2019 (sexta-feira).

As inscrições são gratuitas e podem ser efetuadas online, através do endereço eletrônico www.processoseletivo.ap.gov.br ou presencialmente, na sede da Secult, localizada na Avenida Pedro Lazarino, Nª 22, bairro Santa Inês, no horário de 8h30 às 14h, de segunda a sexta-feira.

A Secult promoverá nos dias 25 à 28 de outubro, nos municípios de Macapá, Santana, Mazagão, Ferreira Gomes e Porto Grande, atividades formativas para tirar possíveis dúvidas sobre os editais e dar mais informações sobre a forma correta para realizar as inscrições.

O secretário da pasta, Evandro Milhomen, explica a importância da participação popular nesse processo de seleção. “Queremos dar oportunidade para todos as vertentes de cultura que ganham força nas ruas do Amapá. O credenciamento não funcionará só como uma vitrine de talentos, mas ajudará no mapeamento da gestão com relação aos projetos de cultura que temos. Estes projetos tem um papel fundamental de incluir todos os movimentos culturais afro, na vida da sociedade amapaense, dando visibilidade aos seus atores e protagonistas”, conclui.

Capoeira

O edital n° 003/2019 visa selecionar 12 (doze) mestres e 50 (cinquenta) grupos, de renome local, consagrados pela crítica especializada ou pela opinião pública, para atuarem na programação do “Festival de Capoeira – Patrimônio Imaterial do Povo Amapaense”, previsto para a segunda quinzena de novembro de 2019.

O Festival visa valorizar todos os elementos da cultura, como mestres e jogadores. Sobretudo o aspecto discursivo da capoeira. O evento contará com a presença de lideranças e representantes do movimento, competições e palestras.

O objetivo será referendar a cultura de resistência da capoeira amapaense, seu viés social como válvula de escape para resgatar e inibir a inserção de jovens no mundo do crime e do risco social, fator esse que torna a capoeira um elemento chave na inclusão e acima de tudo da valorização da cultura afrodescendente.

Valor do projeto é R$ 600 mil. O recurso é proveniente de convênio firmado com a Fundação Cultural Palmares, com contrapartida do Governo do Estado, por meio da Secult, no valor de R$ 100 mil.

Edital: https://drive.google.com/open?id=1657w1GrnUstrKyboz1a3BICu5ySIi9yo

Matriz Africana

O edital n° 004/2019 objetiva selecionar 18 (dezoito) grupos locais de Matriz Africana localizados no Estado do Amapá, representados por pessoa física maiores de 18 anos, que difundem a cultura e as artes afro-brasileira propostos por terreiros de Umbanda, de Mina Nagô e Candomblé, para atuarem na programação do “Festival Identidade Cultural Africana nos Terreiros Do Amapá”, também previsto para novembro.

O Festival será um grande encontro de grupos e artistas participantes nos diversos ritmos que compõe e que influenciaram a música e a história brasileira, com o público. O objetivo será explicar a identidade de um povo pelo seu instrumento por meio de palestras e oficinas de culinária, percussão e étnico racial durante os três dias de programação proporcionando uma forma de descentralizar o acesso à cultura, potencializar os espaços locais que são ricos em educação cultural e envolver a juventude na inovação e perpetuação da memória cultural do nosso povo.

Foi destinado para o projeto o montante de R$ 360 mil, fruto de convênio firmado com a Fundação Cultural Palmares, com contrapartida do Governo do Estado, por meio da Secult, no o valor de R$ 60 mil.

Edital: https://drive.google.com/open?id=1OWxxevXKjZxfKDtbERqTUjM6-Q4epiuC

Hip-hop

O edital n° 005/2019, destinado ao segmento Hip-hop, vai selecionar 10 (dez) grupos de Break Dance (segmento hip-hop), representados por Micro Empreendedores Individuais (MEI) ou e pessoas jurídicas de natureza cultural, para atuarem no “Encontro de Grupos de Hip-Hop do Amapá – Linguagens e Ícones”, que ocorrerá em novembro de 2019.

O Encontro de Grupos de Hip-Hop do Amapá – Linguagens e Ícones tem o propósito de promover e difundir essa vertente da cultura amapaense à sociedade civil, proporcionando-lhes a inclusão social geração de emprego e renda para os artistas, produtores, técnicos e demais agentes, bem como oportunizar a participação de ícones nacionais do segmento hip-hop.

O evento contará com oficinas de MC, DJ e BBOY, palestras e rodas de conversa durante os três dias de programação, bem como difundir as demais expressões como a dança, valores éticos e morais relacionados ao Hip-Hop, proporcionando entretenimento à população.

O projeto terá o aporte R$ 240 mil, via convênio com a Fundação Cultural Palmares, com contrapartida do Governo do Estado, por meio da Secult, no valor de R$ 40 mil.

Edital: https://drive.google.com/open?id=1Ke4kr5na_1oe1yPFcBMCfanDz_0Y9h2Y

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *