Selo Comemorativo marca 20 anos do Instituto de Pesquisas do AP

O Governo do Amapá, em parceria com a Empresa de Correios e Telégrafos (ECT/AP), lançou, nesta terça-feira, 13, um Selo Comemorativo para marcar os 20 anos de fundação do Instituto de Pesquisas Científicas e Tecnológicas do Amapá (Iepa). O Selo Comemorativo será distribuído em órgãos e instituições do Estado.

O Selo, que terá valor de postagem em todo o mundo, é um símbolo do alcance e importância do trabalho do Instituto, que inova com pesquisas de repercussão nacional e internacional. A arte da estampilha é uma concepção de Ana Kelen, da Unidade de Designer do Iepa, para destacar a história de duas décadas da instituição.

O desenho traz referências às tradições e Cultura amapaense, enfatizando a Tecnologia e a Ciência, principais identificações das atividades desenvolvidas pelo Iepa, uma combinação entre a matéria-prima natural e ação institucional.

Programas de pós-graduação e mestrado no Amapá recebem apoio e integração com o Iepa, por isso, gestores e membros de todos os órgãos de pesquisa do Estado, como Universidade Federal do Amapá (Unifap), Universidade Estadual do Amapá (Ueap), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária do Estado (Embrapa/AP), Secretaria de Estado da Ciência e Tecnologia (Setec) e Fundação Tumucumaque estiveram presentes para celebrar o lançamento do Selo.

“Nossos pesquisadores estão em campo para dar suporte a todos os empreendimentos do Governo do Amapá. Temos credibilidade local, nacional e internacional por conta dos trabalhos que já realizamos”, destacou o diretor-presidente do Iepa, Augusto Oliveira.

Do abandono ao resgate e reestruturação do Iepa

Conforme o Augusto Oliveira, a instituição foi abandonada na gestão passada. Ele disse ainda que durante oito anos, o interesse em pesquisa da Tecnologia foi deixado de lado e que o órgão sobreviveu somente com o empenho dos pesquisadores e técnicos, que buscaram recursos externos para o funcionamento do Instituto.

O titular do Iepa agradeceu ao governador Camilo Capiberibe por reestruturar o órgão, apoiar pesquisas, investindo na estrutura física e na busca pela inovação. Segundo ele, essas ações fizeram de 2011 um ótimo ano para a instituição.

“Estamos em um ótimo momento institucional, pois existe vontade política do governador Camilo, aliada a compromisso de nossos pesquisadores, técnicos e nossa gestão do Instituto. Agradecemos o total apoio do governador para que nossas atividades sejam desenvolvidas”, pontuou Augusto Oliveira.

Fortalecimento do Iepa

Segundo o governador, o Iepa será fortalecido em 2012. Após sua revitalização física, Camilo Capiberibe se comprometeu em reestruturar as carreiras dos pesquisadores e realizar concurso público para o instituto.

“Executamos em 2011 no Iepa mais do que o orçamento do Instituto, pois a verba do órgão era insuficiente para revitalizá-lo. Sabemos da importância da Tecnologia e da inovação para o desenvolvimento. Dentro dessa reestruturação do órgão, pretendemos valorizar a carreira dos pesquisadores do instituto e realizar concurso público para o órgão, isso dará tranquilidade ao servidor para desenvolver suas atividades”, disse o governador.

Reinaguração da Farmácia do Iepa

Durante o evento, foi anunciada, para o próximo dia 27 de dezembro, a reinauguração da Farmácia do Iepa. A instituição desenvolve, desde sua criação, em 1991, pesquisas fitoterápicas e manipula medicamentos naturais, baseadas no conhecimento tradicional das comunidades locais do Amapá, resultando em eficazes fármacos.

Museu Sacaca será reinaugurado em janeiro de 2012

De acordo com Augusto Oliveira, o Museu Sacaca passa por uma revitalização e será melhor do que antes. Ele anunciou a reinauguração do espaço para janeiro de 2012.

O Museu Sacaca, inaugurado em 1997, é uma instituição cultural e científica, vinculada ao Iepa e localizada em Macapá. O nome do espaço é uma homenagem a Raimundo dos Santos Souza (1926-1999), conhecido como “Sacaca”, um curandeiro que disseminou a medicina natural no Amapá.

“Nos próximos três anos, nosso objetivo é fazer do Iepa um dos melhores institutos de pesquisa da Amazônia. Investiremos recursos próprios e buscaremos verbas fora do Estado para fazê-lo uma referência real em conhecimento, pesquisa e inovação. Eu acredito que o seremos reconhecidos pela construção do conhecimento no Brasil”, finalizou o governador.

Elton Tavares
Assessor de comunicação
Secretaria de Estado da Comunicação
Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*