Semob entrega prédio do Centro de Especialidades Dr. Papaléo Paes pronto para funcionamento

A Prefeitura de Macapá entrega o Centro de Especialidades Dr. Papaléo Paes no próximo sábado (5). O espaço já está pronto para receber os pacientes e será o primeiro centro a oferecer serviços de média complexidade no âmbito municipal, como consultas com especialistas, serviços odontológicos, exames de imagem e centro de diagnóstico.

“Nós revisamos toda a estrutura física e os projetos para atender às normas sanitárias, as resoluções da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e as portarias do Ministério da Saúde. Entregaremos um local completo, confortável e de qualidade para as pessoas que buscam os serviços de saúde na rede municipal”, disse o secretário municipal de Obras, Cássio Cruz.

Primeira etapa

O Centro de Especialidades foi adaptado a partir do antigo prédio do Hospital Metropolitano, que teve parte da obra entregue em 31 de dezembro de 2020 e contava com salas de consultório, central de exames de raio-x, ultrassonografias e com dois blocos finalizados no primeiro pavimento. Porém, mesmo com a entrega, o local ainda não estava apto ao funcionamento.

Além dos dois blocos internos, o local também conta com estacionamento parcialmente pronto, bicicletário, área de paisagismo, espaço para instalação da subestação de energia, transformadores, espaço para destinação de resíduos, sistema hidráulico e guarita para uso da Guarda Municipal.

Funcionamento

Para colocar o prédio em funcionamento, a Secretaria Municipal de Obras (Semob) realizou os serviços de reparação e adequação do projeto inicial para o atual. Entre os serviços, a Semob fez novas adequações na parte elétrica da recepção, consultórios e bloco de diagnóstico de imagem. Também foi feita a conclusão de uma subestação própria para funcionamento dos serviços do centro de especialidade, que não estava incluso na planilha de preços do projeto.

Para que o espaço fosse habilitado para funcionamento, foram necessários reparos na Central de Material de Esterilização (CME). Também foram feitos ajustes na Central de Tratamento de Esgoto Sanitário, abrigo provisório de resíduos comuns e hospitalares, sistema de tratamento para garantir a qualidade da água potável, pontos elétricos e hidrossanitários para instalação de bebedouros industriais, plano de gerenciamento e tratamento de água da unidade.

O espaço também passou por mudanças no layout interno, com a redistribuição dos serviços nas salas disponíveis. Elas passaram por uma readaptação com a integração de um conjunto de consultórios com instalações distintas, dentro da mesma unidade. Isso se deu para que o espaço possa funcionar como um Centro de Especialidades.

Segundo o subsecretário de Obras, Ivy Vasconcelos, a obra é um marco para a cidade, pois foram mais de 20 anos desde o primeiro projeto. “Aprovamos os projetos no Corpo de Bombeiros, na Vigilância Sanitária do Estado e tivemos o aval das Companhias de Eletricidade (CEA) e de Água e Esgoto do Amapá (Caesa). Fazemos parte dessa história e vamos continuar reconstruindo a cidade, respeitando nosso bem público e pensando nas pessoas beneficiadas pelo fruto do nosso trabalho”, destacou.

Recursos

A obra foi realizada pela Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura e custou R$9.946.925,41 sendo R$ 6.683.697,26 recursos oriundos do Fundo Nacional de Saúde através de articulação do Senador Davi Alcolumbre (DEM) e R$3.293.228,15 são referentes à contrapartida municipal.

Narah Pollyne
Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *