Senador conversa com beneficiários do Bolsa Família e BPC sobre o 13º salário permanente

O senador Randolfe Rodrigues (Rede) apresentou, ainda em dezembro, relatório favorável a Medida Provisória nº 898 que garante o pagamento do 13º salário aos beneficiários do Bolsa Família e ainda propôs a extensão para os que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC). A reunião será amanhã (28), às 10h, no Teatro das Bacabeiras.

O senador deve fazer a leitura do relatório no dia 04 de fevereiro. Ele propõe que as famílias inscritas no Programa, já com direito à 13ª parcela do benefício em 2019, passe a receber o benefício permanentemente. Randolfe retirou do texto o termo “2019” e transformou o 13º em um benefício anual para todos os inscritos no Programa.

“Também inclui uma emenda ao texto que fixa um reajuste anual no Programa, que hoje depende da vontade do presidente da república. Entendo a importância do Bolsa para tantas famílias que dependem do benefício financeiro para sobreviverem”, explicou.

O senador acredita que o BPC tem por objetivo principal amparar pessoas à margem da sociedade que não possuem condições de prover seu próprio sustento. “Com a concessão do 13º aos que recebem o BPC, corrigiremos essa desigualdade e garantiremos a isonomia entre esses beneficiários e os demais do INSS, que já recebem a renda extra”, completou.

Randolfe ainda sugere o aumento do limite de recebimento de benefícios por família de 2 para 5 anos, em casos de adolescentes, igualando aos casos de famílias com crianças.

A MP 898, do 13º salário do Bolsa Família, tem até 24 de março para ser votada pelos parlamentares.

Assessoria de comunicação do senador Randolfe Rodrigues

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *