Senador Davi Alcolumbre conhece novos projetos da Embrapa Amapá – Por @DulcivaniaF

Chefe da Embrapa Amapa e Senador Davi_foto Jefferson Costa.

Os gestores da Embrapa Amapá entregaram ao senador Davi Alcolumbre (DEM/AP) um relatório detalhado da utilização dos recursos viabilizados por meio de emendas parlamentares do senador ao Orçamento Geral da União, em benefício do centro de pesquisa. Em dois anos consecutivos, 2011 e 2012, foram liberados e investidos R$ 450 mil para melhoria da infraestrutura no Campo Experimental da Fazendinha, distrito de Macapá (AP), aquisição de insumos para pesquisa com produção de mudas de frutíferas e hortaliças, equipamentos e veículos utilitários para apoio a pesquisa nos campos experimentais da Embrapa Amapá. Davi Alcolumbre é coordenador da bancada federal do Amapá no Congresso Nacional e presidente da Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo (CDR). Na ocasião, ele firmou compromisso para continuar alocando recursos para o desenvolvimento da pesquisa agropecuária.

Gestores e tecnicos da Embrapa e Senador Davi_foto Jefferson Costa. (1)Durante a visita ao centro de pesquisa, o senador discutiu com os gestores e pesquisadores sobre a oportunidade de investimentos advinda da regulamentação da Zona Franca Verde de Macapá e Santana (ZFV). Para o chefe-geral da Embrapa Amapá, Jorge Yared, fica evidente a necessidade de se fortalecer as instituições de pesquisa e desenvolvimento que atuam no Estado, pela sua importância em gerar e disponibilizar conhecimentos e tecnologias em prol do desenvolvimento. Davi Alcolumbre reconhece importância da Embrapa no Brasil e na região como provedora de tecnologias e reafirmou que deseja continuar apoiando a pesquisa agropecuária. Para o orçamento de 2017, o senador pretende apresentar emenda individual visando alocar recursos para fortalecer a pesquisa e transferência de tecnologias em fruticultura, incluindo infraestrutura no Campo Experimental do Matapi (Porto Grande/AP). “Esta região do Amapá tem grande importância na produção de frutas para o Estado, o que poderá também beneficiar os agricultores familiares a partir dos conhecimentos transferidos”, ressaltou o chefe-geral da Embrapa Amapá. O senador também se propôs apoiar junto a bancada federal do Amapá uma emenda coletiva para aquisição e modernização de equipamentos dos novos laboratórios da Embrapa Amapá, possibilitando que se amplie a sua capacidade de prestação de serviços a diversos segmentos do setor agropecuário.

Veiculo Campo Experimental_Recusos emenda Senador Davi_foto Aline Furtado

Produção de mudas – O chefe-geral da Embrapa Amapá, Jorge Yared, informou ao senador que os recursos utilizados no Campo Experimental da Fazendinha foram fundamentais para a pesquisa com produção de mudas da região, visando atender demandas de transferência de tecnologias, com a implantação de unidades demonstrativas e dias de campo, além da capacitação em produção de mudas de fruteiras para a agricultores familiares. No caso da banana e cupuaçu, a Embrapa testou, validou e recomenda cultivares e clones com alto potencial de produção para as condições ambientais da região e resistentes às principais doenças destas fruteiras: a sigatoka-negra e a vassoura-de-bruxa, respectivamente. Para o uso em maior escala destas cultivares e clones pelos agricultores há a necessidade da formação de viveiristas habilitados para produção de mudas no Amapá. Como resultado do apoio recebido e dos recursos disponibilizados pela emenda, o Campo Experimental da Fazendinha dispõe de uma estrutura básica e pessoal capacitado para a pesquisa e transferência de tecnologias para produção de mudas de qualidade. Foram produzidas 7.650 mudas de cultivares de bananeiras para instalação de 16 unidades demonstrativas em comunidades de agricultores familiares de sete municípios e 2.000 mudas enxertadas de cupuaçuzeiros para instalação de cinco jardins clonais e de quatro unidades demonstrativas de substituição de copas em cupuaçuzeiros. Os dias de campo realizados nas propriedades serviram para demonstrar e transferir as novas tecnologias.

Casa funciona Campo de Fazendinha_Recursos emenda Senador Davi_foto Aline Furtado

Sítio Agroecológico – Os recursos aportados em 2012 também contribuiram para infraestrutura a atividade de pesquisa e implantação de um Sítio Agroecológico no Campo da Fazendinha. Nessa área são validadas tecnologias agroecológicas de hortaliças e fruteiras. Esta estrutura está sendo utilizada para a capacitação de técnicos e agricultores multiplicadores no processo de produção agroecológica em comunidades locais do Amapá. O principal impacto dos resultados deste trabalho é a mobilização de mecanismos de intercâmbios institucionais envolvendo a Embrapa Amapá, o Instituto de Desenvolvimento Rural do Estado do Amapá (Rurap) e associações de agricultores, na implementação de estratégias de desenvolvimento sustentável da agricultura familiar. O Sítio Agroecológico representa um modelo que direciona realidades de intervenção para produções agroecológicas no Amapá. Neste sítio estão sendo validadas possibilidades de produção de adubos orgânicos e a utilização de métodos e insumos agroecológicos para o controle de pragas e doenças das plantas. O senador Davi Alcolumbre visitou a Embrapa Amapá acompanhado da assessora Raphaela Carrera. Eles foram recebidos pelo chefe-geral Jorge Yared, chefe adjunto de Pesquisa, Wardsson Borges, supervisor do Núcleo de Desenvolvimento Institucional (NDI) Rogério Alves, supervisor dos laboratórios, Leandro Damasceno, supervisora do Núcleo de Comunicação, Aline Furtado, e pesquisadores Ana Euler, Adriano Marini, Jô de Farias Lima, Cesar Santos e José Francisco Pereira.


Dulcivânia Freitas, Jornalista DRT/PB 1063-96
Embrapa Amapá
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
Macapá/AP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *