Senador Randolfe pede celeridade na análise das “Novas Medidas de Combate a Corrupção”

Hoje (04) aconteceu a audiência pública na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), solicitada pelo senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP). Especialistas debateram no Senado sugestões de enfrentamento à corrupção.

A audiência foi marcada pela defesa de medidas de reforma legislativa, administrativa e institucional elaboradas por mais de 300 entidades brasileiras e já apresentadas à Câmara dos Deputados, ao Senado e a outros órgãos de Estado.

O senador Randolfe pediu ao Congresso prioridade para a análise das “Novas Medidas Contra a Corrupção”, documento que reúne 70 propostas, entre elas a criminalização do Caixa 2 e a regulamentação do lobby no Brasil. O documento foi entregue ao senador pelos participantes de audiência pública. “Não se pode partidarizar o combate à corrupção e nem atrelá-lo à ideia de ruptura com a democracia”, afirmou Randolfe.

“A corrupção não é mérito ou demérito de um governo ou de um período da história nacional. A corrupção, lamentavelmente, está na estrutura da formação do estado brasileiro. Infelizmente, muitos associam o combate à corrupção a necessidade de ruptura do estado democrático de direito, quando, na verdade, é o inverso”, completou o senador.

Carla Ferreira
Assessoria de comunicação do senador Randolfe Rodrigues

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *