Senador Randolfe propõe que Governo do Amapá tenha um plano de combate ao coronavírus

Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

Ontem (12), o senador Randolfe Rodrigues (REDE) protocolou um ofício ao Governo do Amapá ressaltando a importância da união e atuação conjunta de todas as autoridades no enfrentamento da pandemia do coronavírus (Covid-19) e a necessidade da elaboração de um plano de ação de combate ao vírus no Amapá. No Brasil já foram confirmados 73 casos da doença e passam de 930 o número de suspeitas.

“É necessária a rápida tomada de medidas preventivas para diminuir os riscos de contágio e proteger a nossa população”, explicou o senador.

Com o propósito de assegurar os recursos necessários para o enfrentamento dessa epidemia e das suas consequências sanitárias, sociais e econômicas, Randolfe defende que o Congresso Nacional abra mão do PLN4. O parlamentar também propôs uma PEC para suspender por dois anos o Teto de Gastos para que hajam medidas anticíclicas (investimentos em infraestrutura) e aumento do gasto em saúde para fazer frente à crise mundial econômica e de saúde causada pelo Coronavírus.

Rodrigues e também o autor do Projeto de Lei que obriga a inclusão na cobertura de seguros de vida, de óbitos decorrentes de epidemias ou pandemias.

No documento, o senador sugere a elaboração de um plano conjunto de enfrentamento do coronavírus que envolva as autoridades federais, estaduais e municipais do Amapá, bem como a abertura imediata do novo Hospital Universitário a fim de atender às emergências decorrentes da situação. A atenção especial para o controle de fronteira, além do envio de recursos para o Governo do Estado e para a Secretaria de Saúde do Amapá, também fazer o envio de profissionais de saúde contratados via “Mais Médicos” para o Estado do Amapá para atender às demandas da população.

“Assim como, a contratação, em caráter temporário, de profissionais para atuar nas equipes da Estratégia Saúde da Família (ESF), assegurando a cobertura do território e a adoção da estratégia de Postos Avançados, que funcionariam em igrejas, escolas, etc, para atuarem como intermediários na captação de sintomáticos”, complementou Randolfe.

O senador propõe também a antecipação e ampliação da campanha de vacinação contra a gripe, o envio de kits de teste para a doença a fim de evitar a falta desse insumo essencial no Estado do Amapá, bem como ampliar a divulgação de informação para a população, inclusive no combate a fake news.

No ofício, é pedido ainda a disponibilização de um número telefônico no qual a população possa ligar para ser orientada. Há, por fim, a solicitação da adoção de medidas prioritárias de proteção aos idosos, diabéticos, portadores de doenças cardíacas e respiratórias, os grupos mais vulneráveis ao vírus.

“Estas e outras iniciativas precisam ser tomadas em quanto antes”, finalizou.

Assessoria de comunicação do senador Randolfe Rodrigues

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *