Servidores da Estação Ecológica de Maracá-Jipioca participam de capacitação de observadores de indicadores de mudanças climáticas no litoral amazônico

Os servidores da Estação Ecológica de Maracá-Jipioca participaram, nos dias 16 e 17 e abril, de uma capacitação de observadores de indicadores dos efeitos de mudanças climáticas para o litoral amazônico. A iniciativa, realizada pelo Observatório Popular do Mar – OMARA, propõe fazer uma análise de vulnerabilidade costeira às mudanças climáticas na foz do rio Amazonas e litoral adjacente, integrando ferramentas do sensoriamento remoto e observações em campo.

A capacitação consistiu em apresentar o OMARA e os indicadores de monitoramento dos efeitos de mudanças climáticas no litoral. Os indicadores trabalhados na ESEC foram:
• Inundação: monitorada através do uso de réguas linimétricas devidamente georeferenciadas;
• Erosão e acreção: monitorada através de uma adaptação da metodologia CoastSnap;
• Intrusão salina e sólidos em suspensão: monitorados através do uso de refratômetro, disco de Secchi e cone de Imhoff.
• Manguezal: monitorado através de fotografias e identificação de espécies via aplicativo.

A equipe da ESEC foi treinada para realizar a implantação das estações de monitoramento e vai monitorar o nível de água, erosão e acreção, intrusão salina e sólidos em suspensão na ilha de Maracá.

As informações coletadas durante o monitoramento vão possibilitar a construção de conhecimento técnico-científico sobre as vulnerabilidades costeiras às mudanças climáticas no litoral do Amapá. O projeto é financiado pelo CNPq e conta com a participação de 13 instituições colaboradoras, sendo uma internacional.

A pesquisadora Valdenira Santos, do Instituto de Pesquisas Científicas e Tecnológicas do Amapá (IEPA), que atua na área da Geologia e Geofísica Marinha e coordenadora do OMARA, explica porque escolheu essa região. “A Estação Ecológica de Maracá-Jipioca tem uma influência mais de perto do oceano. Nós vamos ter elementos de comparação dos processos que estamos monitorando no Observatório”.

A ESEC de Maracá-Jipioca – É uma Unidade de Conservação (UC) de proteção integral, criada com o objetivo de preservação da natureza e realização de pesquisas científicas. Ela está localizada no município de Amapá, na costa atlântica do Estado do Amapá, próximo ao Cabo Norte. Sua gestão é de responsabilidade do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

Alessandra Lameira Lima e Silva
Agente Temporário Ambiental
Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade
Estação Ecológica de Maracá-Jipioca
Telefone: (96) 981197655

  • Eu gostei muito do treinamento e aprende muitas coisas boas e espero que tenha mais treinamentos ambientais pra que eu possa aprender mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *