Sesc Amazônia das Artes apresenta espetáculos gratuitos durante dez dias


No período de 18 a 28 de agosto, Macapá será palco do maior evento de arte do Estado, é a 7ª edição do Sesc Amazônia das Artes. Com atrações culturais dos nove estados da Amazônia Legal (Amapá, Acre, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins), e do Piauí, a mostra reúne obras artísticas de dança, teatro, música, cinema e exibição de documentário. A entrada para todas as atrações é gratuita.

No dia 18, primeiro dia do evento, o Sesc apresenta o show “Inoromô”, que na língua Tenetehara (Tupí-Guaraní) quer dizer “está aqui”, do grupo musical do Maranhão “Afrôs”, que abre a mostra da Amazônia das Artes, a partir das 22h, no Sesc Centro. A apresentação de música faz um passeio à cultura indígena e africana por meio de composições autorais do grupo.

O destaque regional fica por conta do espetáculo “O Curupira”, que faz um resgate das lendas e dos personagens mitológicos da Amazônia. O show acontece no dia 19 de agosto, às 19h, no Teatro das Bacabeiras.

Na quarta-feira, 20, às 20h, no Teatro das Bacabeiras, ocorre o espetáculo de dança “Tenho Flores nos Pés”, da Cia. Comadança, de Mato Grosso, composto por quatro artistas, que circulam com produções e espetáculos de dança contemporânea.

Como convidado, o Estado do Piauí, leva o show musical “Luando”, um recital de violão popular brasileiro instrumental, do cantor Josué Costa, que apresenta músicas autorais de ritmos como: baiões, valsas, choros, sambas, baladas, composições com nível técnico e musical. A apresentação ocorre no auditório da Escola Sesc, no dia 21, às 20h.

O Estado do Acre traz duas atrações: “Origens” e “As Mulheres de Molière”. O espetáculo de dança “Origens: uma homenagem a Hélio Melo”, da Cia. Garatuja de Artes Cênicas apresenta o modo de vida do homem da floresta e a dramaturgia na dança. A apresentação acontece dia 22, às 20h, no Salão de Eventos do Sesc Araxá. 

Já o espetáculo teatral “As Mulheres de Molière”, que será apresentado no sábado, 23, às 20h, na Casa do Artesão, reúne um roteiro inspirado em três obras do renomado dramaturgo francês do século XVII, Jean Baptiste Poquelin, o Molière. O espetáculo convida o público a um mergulho repleto de músicas e danças da época, apresentando uma comicidade popular que atravessa os tempos, e conta inclusive com pinceladas do artista plástico acreano, Danilo de S’Acre, unindo, assim, a arte francesa à brasileira num trabalho repleto de cores e fantasias.

A atração musical “Vivo na Floresta”, do grupo amazonense Imbaúba, traz para o auditório da Escola Sesc, no dia 24, às 16h, o show acústico instrumental e vocal abordando músicas compostas a partir dos sons da natureza, traduzindo o universo sonoro amazônico. 

Na terça-feira, 26, a atração musical de Roraima “Carimbó Electro Seco – ou o Amor e a Esperança em Tempos de Aquecimento Global”, apresenta, às 22h, no Sesc Centro, o show com músicas da cultura amazônica.

Do Pará vem o espetáculo “A Onda Encantada”, que reúne teatro, circo, dança e música ao vivo, criando um universo artístico no qual a diversidade predomina, e cria um diálogo com o público por meio de movimentos que oscilam entre situações dramáticas e virtuosas. A apresentação poderá ser conferida dia 27, a partir das 20h, no Bambuzal no Sesc Araxá.

O encerramento da programação fica por conta do grupo “No quintal”, de Rondônia, que apresenta na quinta-feira 28, às 22h, no Sesc Centro, uma mistura de ritmos de prosa e poesia, com tons de instrumentos ecoando os mistérios da Amazônia.

Documentários e Filmes

O projeto Amazônia das Artes apresenta também mostras de documentários e filmes gratuitos, no Cine Sesc (unidade do Araxá). 

Dia 19 de agosto, a partir das 18h, serão exibidos os documentários: Bizarrus (RO), Altar de Pedra Canga (TO) e Manoel Chiquitano Brasileiro (MT).

Nos dias 20 e 21 de agosto, às 18h, ocorre apresentação de filmes: Aware Nane Putane (AC), Matinta (PA), Muragens – Crônicas de um Muro (PA), O Último Lamento (RR) e Nó de Rosas (MT). 


Serviço:
Sesc Amazônia das Artes 
Sesc Araxá – Rua Jovino Dinoá, 4311
Informações: 3241-4440 ramal 235
Petrônio Valente – Técnico em Comunicação – Sesc/AP

Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*