Sete lições de vida que aprendi com Star Wars

 
Quando George Lucas idealizou o universo de Star Wars não esperou que a sua franquia cinematográfica seria capaz de mobilizar tantos fãs por mais de três décadas. Gente do mundo todo ainda se une entorno da historia e até hoje a filosofia da guerra nas estrelas é vista, revista e discutida. A Força – poder vinculativo, metafísico e onipresente – e mesmo seu Dark Side (lado negro) tornaram-se interessantes filosofias a serem pensadas e exploradas, fazendo crescer vínculos nos fãs tanto para o lado dos Jedi quanto para o lado dos Sith.
 
Para mim Star Wars sempre foi o reflexo da ideologia da coexistência do bem e do mal de uma forma complexa e dependente, de forma a transmitir que a balança do universo (e de nós mesmos) só pode estar em equilíbrio quando as duas forças coexistem em sintonia.
 
Assim, Star Wars deixa de ser uma série de filmes (e em seu universo expandido: games, animação, jogos de tabuleiro, livros e etc.) e torna-se uma alternativa inspiradora de motivação para fazer de cada fã alguém melhor, alguém mais focado, alguém mais produtivo, mesmo que essa não tenha sido à ideia original.
 
Agora, com o anúncio da continuação da franquia em Star Wars – Episodio VII alguns fãs começam a mostrar todo seu amor pela franquia com iniciativas, no mínimo, interessantes.
 
Um desses fãs, James Altucher – empresário e escritor best-seller americano, que recentemente escreveu o livro “Choose Yourself” (em tradução livre “Escolha-se”), com prefácio de Dick Costolo – CEO do Twitter, listou as sete lições de vida que ele aprendeu com Star Wars e você pode ler a seguir.
1. Se não tem nada para fazer, descanse
 
Do episódio A Ameaça Fantasma, Altucher faz menção a luta entre Qui-Gon Jinn e Darth Maul na qual uma porta transparente automaticamente fecha-se separando os dois oponentes (assista o vídeo). Na sequência Darth Maul começa bater com seu sabre de luz na porta e nota que é impenetrável e, de forma impaciente, anda para trás e mantêm-se pronto para a batalha. O Jedi, por outro lado, simplesmente abaixa-se, em uma posição de descaço, e espera. Aparentemente ele estava consciente que não havia nada para fazer naquela situação.
 
Em uma análise livre o empresário vai lembrar que na sociedade moderna que vivemos acabamos nos sentindo como Darth Maul, impacientes para que algo aconteça, para encontrar um ‘propósito’, ansiosos, estressados, sempre à espera da porta que vai se abrir. Mas muitas vezes é melhor apenas descansar e ser feliz, não se mover quando você não precisa disso. Uma hora as portas se abrirão, e será ótimo.
 
2. Livre-se de tudo o que você não precisa
 
Em Star Wars, Obi-Wan vive no exílio por 40 anos quando está em Tatooine e o mestre Jedi Yoda vive em uma simples cabana no pântano depois que perde a batalha para o Imperador. A vida dos dois não estava fácil, mas mesmo com as dificuldades eles puderam rir, puderam viver, conseguiram formar a próxima geração e não precisavam de nada para entretê-los.
 
Lógico que Altucher sabe que isso tudo é uma história de fantasia, mas segundo ele: (…) esta é a maneira que eu gostaria de viver: com o meu amigo e minha saúde intacta, e não um cuidado material no mundo.
 
3. Pratique ser “bom”
 
Para esse fã ser bom não é tarefa fácil. Ser compassivo é uma qualidade que a pessoa vai precisar desenvolver ao longo de anos e milhares de horas de prática, e mesmo assim a maioria das pessoas não vai conseguir ser boa, porque para ele a maioria das pessoas simplesmente não é (pra quê essa negatividade toda rapaz?). Nos negócios que fez em quase todo o “mundo” ele diz que a maioria das pessoas que conheceu vão do ‘cinza ao preto’ (lembrem-se do Lado Negro da Força). Segundo ele precisa-se de prática para ser a pessoa que é uma fonte de compaixão e honestidade. Em uma analogia ele diz que:
 
Supostamente leva-se 10 mil horas para dominar algo. Infelizmente, a maioria das pessoas passa 10 mil horas tentando ser um idiota para com os outros. Se tudo o que você fizer for colocar nas suas 10 mil horas pequenas gentilezas, então o universo irá retornar isso muitas vezes.
 
4. Priorize a saúde
 
Em todos os filmes que eu nunca vi um Jedi fora de forma. Embora não parece ser um componente espiritual profundo para ser um Jedi, mas é evidente que há um aspecto físico também. Eles estão saltando para fora das naves espaciais, lutando com sabres de luz, e provavelmente podem correr uma milha em quatro minutos. Mesmo Yoda, com a idade de 800 anos, está saltando em todo o lugar.
 
A saúde não é importante, mas a doença sim, porque se você está doente vai ficar pensando sempre na doença e em formas de se livrar dela,terá dor e a dor vai ocupar sua mente, e isso vai te impedir de fazer as coisas que você gostaria de fazer. Para ele a ioga é uma boa alternativa para se manter com boa aparência e permanecer fisicamente e emocionalmente saudável para que você possa se concentrar em sua vida espiritual.
 
5. Esteja perto de outros Jedi (ou seja, fique perto dos ‘bons’)
 
Quando Anakin Skywalker começa a andar com Darth Sidious/Palpatine/O Imperador ele se torna um bad guy (cara mal) (assista o vídeo).
 
Segundo Altucher existem algumas coisas difíceis na vida: ser honesto, ser gentil e tentar agregar valor ao camarote para os outros. Pra esse tipo de coisa você vai gastar tempo e energia, então quando você está perto de pessoas que ‘roubam sua energia’ as coisas acabam se tornando difíceis. Ele cita o que alguns falam por aí:
 
Você é a média das cinco pessoas com que você gasta a maior parte do seu tempo.
 
6. Tenha a mente aberta
 
Segundo ele esta é uma diferença entre Luke Skywalker e Han Solo, na trilogia clássica (o gif mostra bem isso). Luke sempre está disposto a acreditar.
 
Existe uma série de questões que as pessoas “se fixam” quase como se fossem doenças. Então elas pensam: “Este lado é definitivamente certo”. E acabam não abrindo sua mente e olhando para outro lado, achando outra maneira de fazer algo. E isso nunca é pelas razões que você pensa. Porque, segundo ele, os problemas são apenas caminhos de uma prática da mente para se manter aberta.
 
7. Tenha confiança de que a vida é cíclica
 
Luke vê Obi-Wan morrer. Han Solo é capturado por caçadores de recompensa. Anakin é recrutado quando ainda é uma criança. Qui-Gon teve que morrer. Yoda teve que ir para o exílio. Coisas ruins acontecem. Mas segundo esse fã da franquia se você seguir os passos de um a seis as coisas ruins acontecerão em ciclos, e as coisas boas também. Se você confiar que a bondade que está colocando no mundo lá fora esta sendo gravada em uma conta bancaria secreta isto significa que se você esperar esta conta bancaria irá lhe dar retornos. Ela irá.
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *