Sexta Cult especial comemora 253 anos de Macapá

Nilson Chaves e Zé Miguel durante a primeira Sextacult – Foto: Chico Terra.

A Secretaria de Estado da Cultura (Secult) realizará nesta sexta-feira, 4, às 18h, no Sambódromo de Macapá, em homenagem a capital amapaense pelos 253 anos de sua criação, a segunda edição do “Projeto Sexta Cult”. A programação do evento consiste em fomentar cultura e oportunizar artistas locais. A iniciativa é quinzenal.


Cerca de 30 servidores da Secult trabalharão na ação e a entrada será franca. Conforme o titular da Secult, Zé Miguel, esta segunda Sexta Cult é especial, pois une a cultura no Amapá e a homenagem à Macapá. Segundo o secretário, o projeto tem tudo para se tornar um marco na história cultural da capital amapaense.

Durante o evento, serão comercializadas comidas típicas e bebidas, com o objetivo de angariar fundos para a continuidade do projeto. As atrações da programação são: apresentação de Boneco Gigante, músicos Beto Oscar e Helder Brandão, mostra áudio visual do Museu da Imagem e do Som – “MACAPÁ: Memórias da minha cidade”, Companhia Viva de Teatro, com o Espetáculo “Feliz Cidade”; grupo de dança Macapá Break, poeta Aroldo Pedrosa, Trupe Show de Animação, com espetáculo “O fascinante circo gira mundo”, Companhia Zimba de Dança e Teatro, “Espetáculo Magia Negra”, do grupo Dança Regional; poetisa Suany Brazão e o rock da banda Mini Box Lunar.

A programação também contará com o Grupo de Marabaixo Raimundo Ladislau, Grupo Artístico Imagens e Companhia-Performance; Ozéias Jr. e Banda, Quimera Companhia de Teatro, com o monólogo “Sem dizer adeus”, GRAHAM Companhia de Dança, com o espetáculo “Encanto das Águas”, poetisa Carla Nobre, performance de Alexia Le Block, Banda CASANOVA, Zé Miguel e Banda Cult, com participação do Grupo Faces da Vida.

“Nossa Sexta Cult Especial vai trazer várias linguagens culturais e festejará os 253 anos de Macapá. Tínhamos a intenção de realizar uma programação na Fortaleza de São José de Macapá, mas, em virtude do evento da Prefeitura da capital, que acontecerá no Mercado Municipal, resolvemos voltar o foco para nosso projeto cultural, que engloba várias vertentes culturais, como cinema, música, dança, teatro e Poesia”, pontua Zé Miguel.

Falta de iniciativa da prefeitura

De acordo com o secretário de Cultura do Estado, Zé Miguel, a Secult não recebeu nenhum documento da Prefeitura de Macapá requisitando apoio para a programação do município em comemoração ao aniversário da capital amapaense.

“A festa de aniversário da capital amapaense é de responsabilidade da Prefeitura de Macapá (PMM). Claro que é interesse do Estado apoiar o evento, mas nenhum pedido ou proposta para a realização da programação foi recebida nesta Secretaria ou protocolado no Gabinete do governador do Amapá, Camilo Capiberibe”, explica o secretário de Cultura.

“Eu até tentei entrar em contato com o setor de cultura do município, para tratar de vários assuntos, entre eles, o aniversário da cidade, mas não fui recebido. Por conta disso e pela feliz coincidência da data, realizaremos uma Sexta Cult especial”, finaliza Zé Miguel.

Elton Tavares
Assessor de Comunicação
Secretaria de Estado da Comunicação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.