Simpirilim: “A arte de encantarolar histórias”

15107323_1316447365074597_1439644029262082033_n

No dia 26 de novembro a Família Simpirilim (PA) estará em Macapá para a realização de uma oficina intitulada “A arte de encantarolar histórias”, a iniciativa vai promover momentos de reflexão sobre o papel social dos contadores de histórias e a importância desta arte no resgate e preservação da memória, bem como, aprimorar o trabalho dos artistas e demais profissionais que lidam com essa arte no dia-a-dia.

O aprendizado de diferentes estratégias de leitura é fundamental para estimular jovens e adultos nas diversas formas de ler, além de perceber e reconhecer o mundo que o cerca. Neste sentido, a contação de histórias é um precioso recurso para o estímulo à leitura, à reflexão sobre a sociedade e sobre a complexidade da condição humana, além de oportunizar àquele que ouve as histórias, uma reflexão sobre si próprio. Assim, a Família Simpirilim apresenta alguns recursos dos quais se vale para enredar o ouvinte/leitor na sua atuação.

Com a realização desta oficina em Macapá, o grupo deseja compartilhar com os artistas da palavra, professores e demais profissionais da educação, agentes de cultura, bibliotecários e profissionais afins, recursos lúdicos para aperfeiçoar sua atuação com a literatura oral/escrita; estimular a formação de ouvintes/leitores; oportunizar a criação de diversos recursos lúdicos a partir da literatura oral/escrita.

A oficina tem caráter vivencial, teórico e prático, valendo-se da utilização de diversos recursos como a música, os brinquedos cantados e os brinquedos tradicionais, livros, entre outros, tendo na ludicidade a principal ferramenta. Ao término, os participantes receberão certificados e livros do premiado escritor Jorginho Quadros.

Paulo Rocha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *