Sistemas do TJAP realiza migração de bancos de dados do Tucujuris

EQUIPE_2

Com o objetivo de virtualizar todos os processos da Justiça do Amapá e aumentar o nível de segurança do banco de dados, o Departamento de Sistemas (DESIS), aderiu às práticas e padrões mundiais de armazenamento de informações, aplicando-as às bases de dados do sistema Tucujuris.

O Analista Judiciário, especialista em Banco de Dados,Diogo Costa, do Departamento de Sistemas do TJAP, explicou como ocorre a migração. “Estamos tirando as informações armazenadas no disco local do banco de dados e colocando em um STORAGE de alta performance, que é um equipamento próprio, recém adquirido, para armazenar esses dados, garantindo mais segurança e desempenho, sendo um hardware com tecnologia mais avançada e adequada para o Judiciário”.

A equipe de analistas do DESIS, Diogo Costa e Danilo Machado, e Leandro Bezerra do DEINTEL, e, ainda, o técnico Diego Fernandes da empresa VOYAGER, trabalharam no último fim de semana e feriado, para que a migração impactasse o mínimo possível no atendimento ao jurisdicionado.

EQUIPE_9

O Sistema de gerenciamento eletrônico de processos da Justiça do Amapá, denominado Tucujuris, é resultado do trabalho conjunto do Departamento de Sistemas e da Secretaria de Gestão Processual Eletrônica que tem contribuído sistematicamente na virtualização e no controle eficiente das demandas processuais no Estado.

O DESIS desempenha um papel fundamental para o Judiciário amapaense ao desenvolver sistemas que visam garantir o alto grau de excelência conquistado pela Justiça do Amapá e que, paralelamente, garantem um serviço célere, seguro e eficaz ao jurisdicionado, além de ser um departamento estratégico no auxílio permanente a magistrados e servidores.

Assessoria de Comunicação Social/ TJAP

Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*