Solidariedade: famílias de Santana recebem doações das Associações de classe do MP-AP

Famílias do município de Santana em vulnerabilidade social, com a situação agravada por conta das medidas de prevenção ao contágio pelo novo coronavírus, são as primeiras beneficiárias da campanha solidária realizada pela Procuradoria-Geral de Justiça e pelas Associações dos Membros (Ampap) e Servidores (Assemp) do Ministério Público do Amapá (MP-AP). Nesta quinta-feira (9), foram distribuídas 71 cestas básicas para moradores dos bairros Fonte Nova, Paraíso e da Área Portuária, incluindo a Baixada do Ambrósio e carregadores que trabalham no Porto de Santana, que está com as atividades suspensas pelo decreto governamental visando conter a pandemia de Covid-19.

A distribuição foi concentrada na Escola Estadual Professor Afonso Arinos, com a autorização e apoio do diretor, tenente Leandro Cruz, no horário das 8h às 13h, sob a coordenação da promotora de Justiça Sílvia Canela, coordenadora do Núcleo de Mediação, Conciliação e Práticas Restaurativas do MP-AP, e dos presidentes da Ampap, promotor de Justiça José Cantuária Barreto, e da Assemp, Telma Freitas.

Sílvia Canela informou que os líderes comunitários foram convidados pelo MP-AP para realizar o cadastramento das famílias com mais dificuldades em seus bairros, onde mais de 200 foram listadas. O levantamento continua sendo feito pelas lideranças para que todas as famílias sejam assistidas neste momento de crise na saúde pública, assim como pela Associação de Moradores da Área Portuária.

Na entrega de hoje, foram priorizadas as famílias com crianças e idosos. A distribuição terá continuidade a partir do recebimento de mais doações, de particulares e da empresa Amcel, previstas para este final de semana e início da próxima, informou a promotora de Justiça.

O Fundo de Apoio Solidário é administrado pela Associação dos Membros Ministério Público do Amapá (AMPAP) e Associação dos Servidores do Ministério Público do Amapá (ASSEMP), e foi criado para facilitar a adesão à campanha interna de arrecadação de fundos para a aquisição de alimentos destinados às famílias mais necessitadas das cidades de Macapá e Santana, por conta da medida preventiva de isolamento social.

Rede solidária

O MP-AP também aderiu à “Campanha Doe Alimentos” que está sendo realizada pelo Serviço Brasileiro de Apoio à Micro e Pequenas Empresas (Sebrae/AP), Federação do Comércio (Fecomércio/AP), Associação Comercial e Industrial do Amapá (Acia) e entidades empresariais, com apoio do Exército Brasileiro. O objetivo é arrecadar produtos da cesta básica que serão destinados aos empreendedores formais e informais que estão sem renda por conta do isolamento social necessário para conter a proliferação do coronavírus.

Por meio da Ampap e Assemp, o Ministério Público do Amapá apela para que todos que possam colaborar entrem nessa rede solidária, pelo bem das famílias em vulnerabilidade social, pelas vidas dessas pessoas, para que colaborem por meio das contas bancárias, abaixo, ou nos postos de arrecadação nos supermercados de Macapá e Santana.

AMPAP

Banco do Brasil – Agência 3575-0
Conta nº 52.140-X
CNPJ: 34.925.164/0001-41

ASSEMP

Banco Santander – Agência 4327
Conta nº 13000100-1
CNPJ: 02.374.137/0001-31

Serviço:

Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Amapá
Gerente de Comunicação – Tanha Silva
Núcleo de Imprensa
Coordenação: Gilvana Santos
Texto: Gilvana Santos
Contato: [email protected]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *