Sonhos são doideiras

                                                   Por Elton Tavares
Sonhos são surreais e reais, doideira pura!
Eu acordei cedão hoje, umas 6h, isso por causa de um sonho malucaço. Porra, tem coisa mais doida que sonhos? Em meu imaginário sonâmbulo, o presidente Lula se tornou secretário-geral da ONU, por conta do seu enxerimento na questão do Irã. Depois se mudou para Nova York, onde foi assassinado por um fundamentalista.

Para completar a doideira, Lula foi homenageado com uma estátua, igualzinha a do Pe Cicero, lá em Garanhuns, sua cidade natal. Tudo isso por causa dos comentários de um colega jornalista, que brincou com a insistência do Lula pela paz. Égua-muleque-tu-é-doido do sonho paidégua!

Li que o conceito de sonho é: “Uma experiência que possui significados distintos se for ampliado um debate que envolva religião, ciência e cultura. Para a ciência, é uma experiência de imaginação do inconsciente durante nosso período de sono”.

Ah, sonhos são muito mais que isso, são surreais, alguns são tão marcantes que impressionam por seu realismo. Neles, conversamos com gente querida que se foi, fazemos coisas fantásticas e passamos apuros inimagináveis.

Em sonhos, comemos mulheres que são verdadeiras deusas (ou a amiga gostosa que não te dá bola), somos cantores da melhor banda de rock ou atacantes da seleção brasileira de futebol. Além de sermos perseguidos por alguma criatura medonha ou sofrermos um acidente automobilístico.

Sonhos são muita doideira e um pouco de realidade. Muitos acreditam que eles servem de aviso, um sinal ou premonição, será? Pode ser. O grande lance é que graças a eles, músicas foram compostas, livros escritos e filmes produzidos. Sonhos são foda.

Quem acompanha o este blog sabe, eu gosto MUITO de música. Para encerra este post, lembrei da música “Eu não sonho mais”, do grande Chico Buarque, (lembro de ti Loloca) que tem tudo a ver com o assunto. Leiam a letra:

Não Sonho Mais – Chico Buarque
“Hoje eu sonhei contigo
Tanta desdita, amor
Nem te digo
Tanto castigo
Que eu tava aflita de te contar
Foi um sonho medonho
Desses que às vezes a gente sonha
E baba na fronha
E se urina toda
E quer sufocar
Meu amor
Vi chegando um trem do candango
Formando um bando
Mas que era um bando de orangotango
Pra te pegar
Vinha nego humilhado
Vinha morto-vivo
Vinha flagelado
De tudo que é lado
Vinha um bom motivo
Pra te esfolar
Quanto mais tu corria
Mais tu ficava
Mais atolava
Mais te sujava
Amor, tu fedia
Empestava o ar
Tu, que foi tão valente
Chorou pra gente
Pediu piedade
E olha que maldade
Me deu vontade
De gargalhar
Ao pé da ribanceira
Acabou-se a liça
E escarrei-te inteira
A tua carniça
E tinha justiça
Nesse escarrar
Te rasgamo a carcaça
Descemo a ripa
Viramo as tripa
Comemo os ovo
Ai, e aquele povo
Pôs-se a cantar
Foi um sonho medonho
Desses que às vezes a gente sonha
E baba na fronha
E se urina toda
E já não tem paz
Pois eu sonhei contigo
E caí da cama
Ai, amor, não briga
Ai, diz que me ama
E eu não sonho mais”                                                                        
  • Avatar

    Sabe Elton.. como te falei no msn, pior do que ter esses sonhos loucos, é sonhar acordada. Eu sempre tenho a impressão de que estou sonhando quando alguma coisa muito legal acontece comigo.. como nunca dura muito tempo, pra mim é um sonho. Como diria Serginho do Gram: “Um sonho bom”. =)

  • Avatar

    Engraçado que tu tenhas escrito sobre isso. Há pouco comentava dos meus sonhos. Primeiro tive um sonho bom, muito bom. Depois sonhei que encontrava uma amiga que já se foi, e que eu estava grávida.
    🙂
    Sonho estranho…

  • Avatar

    então!! eu não só acredito piamente, como tenho certeza que não tem soh um tipo de sonho, mas todos eles são um soh…. como explicar….
    sonhos são projeção astral inconciente. (O que é projeção astal? É a mente “espirito”, viajando em outro plano, o astral, que pod ser um inferior ou superior…. inconsciente é sem q vc tenha noção disso….)
    q se dividenem algumas categorias… á exemplo do sonho escrito por vc elton… pura doideira significativa auehauehuhe, que mistura coisas reais do nosso cotidiano cm situações inusitadas, como essas relatadas por vc..
    e tem tb aqueles q msm com ou sem tanto nexo, são de grandes revelações… esses dois exemplos são de viajens asral inconscientes…
    mas o teu em… auhueh… vo t contar … vo mandar uma carta p prsidente pedindo p ele tomar mt cuidado!!!!! ahuhehhhehaeh…
    🙂

  • Avatar

    olá , Elton , sou uma nova leitora de seu blog,”De Rocha” gosto dos seus textos.
    Sobre Sonhos..
    Eu odeio sonhar que estou caindo e que têm pessoas me perseguindo…é tenso.

  • Avatar

    Engraçado que esses dias tava ouvindo essa música e imaginando o que o “coitado” (pq não sei se nessa estória era coitado mesmo) do homem deve ter feito àquela mulher para que ela em seu íntimo inconsciente tivesse desejado tanta sujeira a ele.

    Uma frase da música que ficou em minha cabeça esse dia foi:

    “E tinha justiça
    Nesse escarrar”

    O que pra mim afirma que ela tava zangada com ele sim…Ainda que clame:

    “Ai, amor, não briga
    Ai, diz que me ama
    E eu não sonho mais”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *