STF aprova: qualquer maneira de amor vale a pena!

                                                                                       Por Darth J.Vader

Depois de alguns longos e tenebrosos invernos, que insistem em não passar, eis que o Supremo Tribunal Federal nos cede mais uma vitória.

Até o momento em que escrevo este post, com lágrimas nos olhos e soluçando sem parar, os ministros do STF aprovaram a união homoafetiva! Trata-se de um dia histórico para o meu País, meu Brasil que é considerado um dos mais homfóbicos do mundo!

Trata-se de um tapa com luva de pelica em nossos políticos do Estado. À exceção de Francisco Praciano (PT) e Pauderney Avelino (DEM), não lembro de outros apoiarem a causa, ao menos abertamente.

O Praça recebe os gays desde antes mesmo de saber que eu sou lésbica. Fui a reuniões dele, ainda adolescente, onde predominava o colorido. E como eram divertidas estas festas!

Hoje, dia 07 de maior de 2011, vou dormir mais feliz – se é que vou conseguir dormir…

É o início de um novo tempo, de uma nova realidade!

É claro que isso não vai começar aqui e agora, mas a vitória sobre os que não nos consideram de Deus ou nos chamam bizarros, para dizer o mínimo, é inegável.

Esta é a melhor maneira de dizer que nós existimos! Nós agora temos direitos, iguais a você, que se relaciona com outro de sexo oposto.

Significa que somos cidadãos. Que pagamos nossos impostos e que por isso temos nossos direitos.

Podemos agora tantas coisas, 111 para ser mais exata!

A união homoafetiva já decretada diz tanta coisa… que podemos adotar e criar filhos, que nossos parceiros podem e devem ser nossos herdeiros, que posso colocar Claudia como companheira na declaração de Imposto de Renda…

Parece bobagem para quem tem tudo isso, pois trata-se de triviliadades héteros…

Pensem em quem nunca teve isso, em quantos casais temiam a morte, não só por sair deste plano material, mas que tinham medo de que tudo o que foi construído junto, de forma suada e cheia de preconceitos, fosse deixado para um parente homofóbico! Um primo qualquer que mal fala com você por ser diferente, ou fala mal de você por conta disso!

E tudo começou com o ministro Carlos Ayres Britto, de quem sou fã há muito tempo! Chamo de amigo – e sei que ele mal sabe da minha existência – mas é que temos natural apreço a quem nos defende. (você estará em minhas orações, de novo!)

Ellen Gracie também não me surpreendeu. Ela disse “Idêntico respeito às várias formas de relacionamento pessoal e a igualdade de direitos entre adoção e criação de filhos!”. (mais uma que merece minha atenção quando for falar com Deus)

Neste post agradeço também publicamente à Jussara Pordeus, grande jurista de minha Manaus. Pela paciência, pelo apoio, pela atenção e por nos trazer, minuto a minuto, boas novas tão felizes! (Mil benções para você e sua família!)

Agora chega, tenho que ir comemorar!

Aos que nos apoiaram, gay ou não, o meu muito obrigada! Aos que continuam achando que o meu amor é ilegal ou pecado, um recado final: vão se explodir!! Vocês e meleca no nariz não servem pra nada!

Certifique-se, publique-se, CUMPRA-SE!!
Compartilhe isso!

Deixe um comentário

Commentários
  1. Skull Kenoby

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*