TECNO BARCA 2ª EDIÇÃO. DE 6 A 20 DE JANEIRO/2014 NO ARQUIPELAGO DO BAILIQUE (AP)


Trata-se de um projeto do Bando Filhotes de Leão, do Rio de janeiro (RJ), com Sete Residências Artísticas, onde coletivos e artistas independentes e/ou associados, propõe aos moradores das comunidades ribeirinhas do Arquipélago do Bailique (AP): convivências, trocas, encontros marcados e espontâneos para juntos desenvolverem processos, obras e ações artísticos sociais na região, por meio das artes visuais, artes cênicas e audiovisual. Tendo um barco: a TECNO BARCA, como galeria de encontros, exposição e circulação de toda a produção coletiva, afetiva e memorial desta experiência, que visitará diariamente os portos e recantos da região.

A primeira edição do projeto ocorreu no ano de 2012 no Arquipélago do Bailique, e dela resultou um catálogo e um documentário de 40 min que está sendo distribuído em escolas, universidades e centros culturais da região norte e sudeste. Nesta segunda edição, que foi agraciada pelo Premio Samuel Benchimol de Empreendedorismo Consciente 2012 (Banco da Amazônia/ Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior) além da Galeria Flutuante navegando pelas ilhas do Bailique, com as obras de arte criadas pelos artistas e moradores ribeirinhos, também será produzido uma série de vídeos documentais e ficcionais e um diário de bordo sobre a experiência a serem disponibilizados na internet.

As sete residências artísticas do projeto serão ofertadas por artistas oriundos de diversas partes do brasil e do mundo:

-“Laboratório CARTArse” – Alen Caruto (PA/CE) e Anderson Barroso (AM/RJ);
 -“A vida secreta das plantas” – Tania Alice (Marseille, França) – Coletivo Heróis do Cotidiano/ RJ;
– “Andarilhos”- Ítala Ísis (BA)- Movimento Cidades Invisíveis/RJ;

-“Cartografias Fluviais e das Vontades”- Davi Limaverde (CE)- Ally Theatre/Holanda;
-“Transvendo o mundo”- Grupo Dart (Arquipélago do Bailique-AP): Alelson Araújo, Elias dos Anjos e José Corrêa;
-“Atravessados”- Bando Filhotes de Leão (RJ): Isabel Viana (Fortaleza-CE/ Buenos Aires-Argentina), Sarah Marques (MG) e Wellington Dias (AP);
-“I’ll be your mirror” Thomas Dupal (Paris, França)

O projeto ocorrerá de 6 a 20 de janeiro de 2014, em 5 ilhas do Bailique: Igarapé do Meio, Franco Grande, Macedônia, Buritizal e Vila Progresso. Suas atividades serão totalmente gratuitas e visam ampliar as fronteiras entre arte e vida, estabelecendo diálogos, colaborações e dispositivos de arte socialmente engajada nesta região do amapá que fica distante da capital por 12 horas de viagem de barco. Mais informações: www.tecnobarcabailque.blogspot.com.br

Marina Beckman
 (96) 8115-2710

 (96) 9129-1124
Cia.Supernova – Teatro Experimental

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *