Tinha que ser o Chavez mesmo…

                                                                                       Por Elton Tavares

O ditador Venezuelano, Hugo Chavez (que não é o amigo do Kiko) não deve ter muito com o que se preocupar, já que “pega corda” com dramaturgia medíocre (risos). O babaca exigiu que a emissora de TV Televen (privada) parasse a transmissão da novela colombiana “Chepe Fortuna”.

A Comissão Nacional de Telecomunicações (Conatel), órgão do governo venezuelano que regulamenta (leia-se repreendi) os programas televisivos, justificou o mais novo desmando do ditador dizendo que, na trama, o país sempre ser associado “ao crime, à ingerência e à vulgaridade, numa manipulação descarada que pretende desmoralizar o povo venezuelano”.

A telenovela conta a história da secretária “Venezuela”, personagem fofoqueira e dona do cachorro “Huguito”. Em certo capítulo, a secretária perde seu animal de estimação, e uma amiga a consola dizendo: “Você vai se libertar, Venezuela!”

Chavez é acostumado a prática, já proibiu o desenho americano “Os Simpsons” de ser exibido durante o dia, alegando que o mesmo possui episódios sensuais e vetou a transmissão do desenho “Uma Família da Pesada”, também americano, por “incentivar” o uso de maconha”.

Parafraseando o Rei Juan Carlos, da Espanha, gostaria de dizer ao ditador venezuelano: “Por qué no te callas?”.
Falando em citações famosas, meu amigo Chico Terra me lembrou uma apropriada: “Tinha que ser o Chavez mesmo” (risos).

Fonte: Agência Reuters.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *