TRÊS CHAPAS CONTINUAM NA DISPUTA

13054876_1146955698690793_1057821442_o
A diretoria Executiva da Liesap deferiu o pedido de impugnação de duas chapas inscritas para concorrer nas eleições do carnaval, que acontecerá no próximo dia 30.

A impugnação foi pedida pela Chapa 03 ” União e Renovação”, inscrita pela Escola de Samba Unidos do Buritizal, que tem Rogério Furtado como candidato a presidente da Liesap. O julgamento acontece na tarde de ontem, quarta-feira, e não cabe mais recurso.

Sob a acusação de que as duas chapas estariam com seus candidatos a vice presidente em situação irregular para participar do pleito, a chapa acusadora teve seu questionamento derrubado pela Executiva, que comprovou através de documento constante na ficha de inscrição das referidas chapas e baseada nos artigos 60 do Estatuto Social da Liesap e artigo 3° do Edital de Convocação, a legitimidade das duas chapas.

Na chapa 01 “Vamos Fazer Carnaval “, inscrita pela Escola de Samba Piratas da Batucada, e que tem Sérgio Lemos como candidato a presidente e Alexandre Evangelista como vice presidente, a acusação pesava quanto a não desincompatibilização de Evangelista do cargo de vice presidente da atual diretoria do carnaval. O que não procede. Evangelista renunciou ao cargo no último dia 12, três dias antes da chapa em que faz parte protocolar inscrição na Liesap. ” Essa exigência não consta do Estatuto Social da Liesap, muito menos do Edital de Regulamentação do processo. Portanto, é descabida tal exigência apontada pela chapa impugnadora”, esclarece o assessor jurídico da Liesap, dr. Marcelo Lisboa.

A Escola de Samba Solidariedade, que indica o nome de Alexandre na chapa 01, também cumpriu com o que pede o Estatuto da entidade, protocolando ofício de indicação de Evangelista.

Na chapa 02 ” Liesap Business”, inscrita por Boêmios do Laguinho e que tem Vicente Cruz como candidato a presidente e Aracilene Costa como vice, a alegação da chapa impugnante é de que Aracilene não teria apresentado declaração da Embaixada de Samba Cidade de Macapá, indicando a mesma como sua representante na chapa de Cruz.
” Não há impedimento da mesma ter sido inscrita na chapa 02. Quem deve se manifestar, se for o caso, é a Embaixada de Samba, que possui legitimidade para dizer a qualquer momento até a realização da Eleição, se a sra. Aracilene Costa é ou não sua candidata na chapa”, finalizou Marcelo Lisboa, em seu parecer.

O parecer jurídico foi reverenciado pelos membros da Executiva da Liesap, o que defefe a inscrição das três chapas no pleito do dia 30 de abril, quando serão eleitos presidente e vice presidente da Liga, e mais o Conselho Fiscal da instituição, para o exercício de 2017/18 e19.

A eleição será realizada na sala de reuniões da Liesap, no Sambódromo, no horário de 15h às 18h, do dia 30, sábado. Poderão votar todos os 10 presidentes das escolas de samba filiadas a Liesap. Após a apuração dos votos, a chapa vencedora será imediatamente empossada pelo atual presidente, Luiz Mota, o Geléia.

Tica Lemos
Comunicação Liesap

Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*