Tribunal do Júri realiza julgamento de Tenente da PM acusado de homicídio doloso

Iniciou às oito horas desta segunda-feira, (15) na 1ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Macapá, presidida pelo juiz substituto Moisés Ferreira, o julgamento do tenente da Polícia Militar, Dilermando do Carmo da Luz, acusado de homicídio doloso, pela morte de Fernando da Silva e Silva. O fato ocorreu no dia 18 de fevereiro de 2017 em frente a um estabelecimento comercial localizado na esquina da Av. Caramuru com a Rua Santos Dumont, no Buritizal, zona sul de Macapá.

Segundo os autos, o policial estava sob forte efeito de álcool quando disparou um tiro na nuca da vítima após desentendimento. Para hoje quatro testemunhas de acusação e uma de defesa serão ouvidas.

“O Ministério Público por meio da Promotoria do Júri, entende que o acusado praticou o crime de homicídio duplamente qualificado matando a vítima por motivo fútil, sem dar a ela chance de qualquer defesa com um tiro na nuca”, ressaltou o Promotor de Justiça Iaci Pelaes.

“A nossa tese de defesa será desenvolvida no curso da instrução do Júri e justamente com as informações dadas nós iremos mostrar para o jurado que não houve dolo por parte do policial”, declarou o advogado Charles Bordalo.

A previsão da 1ª Vara do Tribunal do Júri é que até o final desta segunda o julgamento seja concluído.

Assessoria de Comunicação Social

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *